Apresentação

Este doutoramento foi criado no âmbito dos Doutoramentos de excelência promovidos pela FCT- Fundação para a Ciência e a Tecnologia. Terminados os programas da FCT, a NOVA FCSH e o ISCTE-IUL decidiram dar continuidade a esse projeto nesta nova edição mantendo a proposta original e as normas regulamentares.

O Doutoramento é promovido conjuntamente pelo ISCTE-IUL e pela NOVA FCSH em articulação com três centros de investigação – CRIA, INET-MD/NOVA FCSH e IELT/NOVA FCSH – com pesquisa consolidada nas áreas da antropologia, etnomusicologia e literaturas tradicionais.

Objetivos

O Doutoramento em Antropologia: Políticas e Imagens da Cultura e Museologia visa fornecer uma aproximação simultaneamente diversificada e crítica aos processos contemporâneos de produção e reprodução de formas culturais. Centrado na pesquisa interdisciplinar, o programa aborda temas como as fronteiras porosas entre património material/imaterial e património natural/cultural, o papel dos museus e do turismo na objectificação da cultura, a circulação e reescalonamento de expressões culturais, a relação entre formas materiais e imateriais de expressão cultural, o estudo do ritual e outras performances culturais.

A par da incidência nas práticas culturais e no Património Cultural Imaterial em Portugal, o programa visa também outros contextos de pesquisa em três eixos geográficos: países do Mediterrâneo, Brasil e países africanos de língua oficial portuguesa.

O Programa visa formar investigadores e profissionais altamente qualificados, com particular foco no Património Cultura Imaterial, servir de fórum académico para a pesquisa e discussão crítica dos processos de patrimonialização e fornecer competências profissionais que permitam o desempenho de um papel ativo na sociedade.

Estrutura curricular

O Programa de Doutoramento está organizado em 8 semestres: a parte lectiva corresponde ao 1º ano do Programa (2 semestres) e totaliza 60 créditos (ECTS). Para completar o 1º ano do Programa o estudante deve realizar 3 seminários obrigatórios (30 créditos - ECTS), 1 seminário de opção (10 créditos - ECTS) e um Trabalho final (20 créditos - ECTS). Os seis restantes semestres serão dedicados aos seminários de acompanhamento, workshops e ciclo de conferências e à elaboração da tese de doutoramento (180 créditos - ECTS).

Coordenação

Corpo docente

As nossas redes

Para quem quer estar mais próximo do que está a acontecer