Trabalhos laboratoriais de TDE refletem sobre as "Metamorfoses da Ópera"

Os projetos finais de Teorias do Drama e do Espetáculo, unidade curricular de Ciências de Comunicação, dedicaram-se este semestre ao tema “Metamorfoses da Ópera” e serão apresentados no próximo dia 10 de janeiro, entre as 14h00 e as 16h00.

Nesta mostra de trabalhos os projetos serão comentados pelo júri constituído por Cláudia Madeira (docente responsável pela disciplina de Teorias do Drama e do Espetáculo), Carlos J. Pessoa (professor da Escola Superior de Teatro e encenador do Teatro da Garagem) e Pedro Florêncio (docente da NOVA FCSH). A sessão é aberta ao público em geral e pode ser assistida através da plataforma Zoom.

A temática deste ano para os trabalhos do Laboratório de Drama e Comunicação surge a propósito da comemoração do Dia Mundial da Ópera e dos debates organizados por Cláudia Madeira, que contaram com a participação de Catarina Molder (soprano e diretora artística), Vasco Araújo (artista plástico) e João Pedro Cachopo (investigador do CESEM).

Nos debates foram lançadas questões como “Que metamorfoses e reinvenções tem assistido a ópera na contemporaneidade?“, “Que novos formatos têm surgido?“, “Até que ponto algumas das características desta ideia de obra de arte total estão presentes no nosso quotidiano?” e “Que importância têm os seus conteúdos e temas para nós?” que deram o mote para o desenvolvimento das curtas-metragens realizadas pelos estudantes.

Lado Esquerdo

Grupo 1: Gonçalo Pinto, Sara Rosa, Susana Bento, Rita Pinto, Maria Maia, Raquel Filipe, Helena Crenn, Victor Margarida 

Sinopse: Uma história de análise de comportamento de uma rapariga com ansiedade em comparação a uma atriz de ópera nos momentos prévios à sua entrada no palco. 

Sophia, uma rapariga comum, lida no seu íntimo com problemas de ansiedade. Perante o mundo esconde a sua condição e sofre interiormente. Ophelia, uma atriz de ópera, nos momentos antecedentes à entrada em cena vive, paralelamente, a mesma realidade que Sophia. Dois mundos diferentes, a mesma máscara.

 

A Voz Adormecida

Grupo 2: Alexandra Coelho, Iara Gonçalves, Ana Sofia Gomes, Joana Pires, Beatriz Martins, Jorge Tabuada, Catarina Duarte, José Alberto Catalão, Danilo Teixeira, Nuno Gaio Silva, Filipa da Costa, Francisco Villalobos, Francisco Tavares

Sinopse: A ópera não é aquilo que outrora foi. E ninguém sabe isso melhor do que esta muito conceituada dupla composta por um compositor e por uma libretista. O seu objetivo é salvar a ópera, fazê-la renascer e levá-la de volta ao seu período áureo. Para cumprirem o seu objetivo, irão viajar pela história da ópera, interrogando várias das suas personagens mais emblemáticas, procurando encontrar o texto completo de Dafne, perdido no tempo. Aquilo que irão encontrar será completamente inesperado, e eles ver-se-ão transportados para um mundo de distanciamento do qual terão de sair para continuar a sua cruzada. 

 

Persona 

Grupo 3: Ana Rita Ferreira, Catarina Santos, Fábio Lopes, Inês Dias, Inês Matias, Joana Matos, Maria Frederica, Maria Gouveia, Mariana Alves 

Sinopse: Persona é uma curta-metragem inspirada no musical Fantasma da Ópera, de Andrew Lloyd Webber, e que, em apenas seis minutos, aborda a história de Cristina, uma jovem cantora lírica com uma voz poderosa e um futuro promissor, que deseja ser conhecida no mundo da ópera portuguesa. Obcecada pela perfeição, Cristina esforça-se até à exaustão para atingir o seu objetivo, não percebendo, no entanto, que a única pessoa que a impede de o realizar é ela própria. Certa noite, após um concerto que a deixa dominada pela insegurança e incerteza em relação à sua performance, a protagonista tem um confronto consigo mesma que a leva a compreender a origem da sua obsessão.

 

O despertar de Salomé

Grupo 4: Bernardo Pereira, Inês Amorim, Marta Tavares, Martim Monteiro, Martinho Cruz, Miguel Dias, Rafael Moreno, Rita Lourenço, Sofia Marçal, Tânia Alves, Tiago Canário, Tomás Sampaio

Sinopse: Acompanhamos, passo a passo, a melancólica deambulação de Salomé, uma diva que habita o quente abraço do seu sucesso passado e que, em réstias de esperança, longe da ambiguidade do ser ou não ser, procura significar a sua solidão no espetáculo da vida. Pelas calçadas de Lisboa, fluem os seus pensamentos, que a permitirão encontrar harmonia nesse esquecimento e a sua entrega total à ópera, renascendo com ela. A metamorfose parte de um caos interior, evoluindo na sua plenitude.

 

 

La liberazione di Ruggiero

Grupo 5: Amélia Barros, 
Andreia Dias, Carolina Janeiro, 
Diana Pinto, 
Leonor Pitorro, Madalena Vairinhos, Mafalda Neves, Maria Margarida Ferreira, Marta Carolina Lopes, Nádia Braz, Rodrigo Capitão, Sara Manso, Teresa Beirão

Sinopse: Adaptação do enredo de uma ópera antiga (a primeira ópera escrita por uma mulher) aos dias de hoje, através da elaboração de um pequeno filme mudo baseado na La liberazione di Ruggiero dall’isola d’Alcina, de Francesca Caccini. A história passa-se no mundo contemporâneo. Ruggiero, um homem rico e bem sucedido, apaixona-se cegamente por Alcina, uma bela e sedutora jovem de olhar doce e (aparentemente) sincero. A paixão é tão avassaladora que Ruggiero começa a pôr de parte a própria família, incluindo a sua filha – Bradamonte. O problema é que Alcina não é o que parece. Conseguirá Melissa (irmã de Ruggiero) desmascarar a verdadeira Alcina? Uma história de amor e aparências, onde a fraqueza do homem é exposta e a força dos laços familiares é posta em causa. 

 

Mais um poema 

Grupo 6: Maria Madalena Gonçalves, Margarida Garcia, Tânia Pereira, Beatriz Lopes, 
Ana Patrícia Filipe, Beatriz Alves, Andreia Ribeiro, Lara Ramos, Guilherme Rodrigues, Margarida Durão, Tiago Gonçalves

Sinopse: Repensando a ópera La Traviata, de Giuseppe Verdi, e trazendo-a para os dias de hoje, esta curta-metragem segue Violeta, que, apesar de doente, tenta viver uma vida normal. Quando dá uma festa em sua casa, esta é confrontada com Ana, que há muito está perdidamente apaixonada por ela. Não tendo a certeza dos seus sentimentos, Violeta rejeita-a, mas acaba por arranjar uma maneira de a trazer de volta a sua casa. Mais tarde, as duas começam uma relação. No entanto, quando o pai de Ana não a aceita, Violeta vê-se obrigada a acabar a relação e a mentir para manter esta farsa. Com o passar do tempo, o seu estado de saúde piora. Inesperadamente, o pai de Ana contacta Violeta, dizendo sentir-se arrependido do que fez. As duas raparigas acabam por conciliar-se… mas algo de trágico acontece.

 

O Anel 

Grupo 7: Andreia Nunes, Diogo Lobo, Diogo Nunes, Diogo Ribeiro, Helena Gonçalves, Mariana Silva, Mariana Sousa, Matilde Nunes, Sebastião Abreu, Vasco Martins

Sinopse: Um romance forte entre dois jovens de mundos diferentes, que termina repentinamente devido a uma separação. Anos mais tarde, Constança é uma cantora de ópera internacionalmente reconhecida, enquanto Nuno passa os dias no seu quarto em busca de algum tipo de motivação ou propósito na vida. O surgimento de uma proposta questionável, porém irrecusável para um homem desesperado como Nuno, vai mudar completamente a sua vida e estabelecer uma ponte de reencontro entre estes dois amantes esquecidos, levantando a questão: “num mundo dominado pela música e pelo espetáculo, haverá algo mais que diferencie a ópera de uma discoteca, senão o veludo das cadeiras de um teatro?”

 

Claudete

Grupo 8: Ana Catarina Tiago, Ana Sofia Correia, Andreia Vitorino, Beatriz Menino, Catarina Esperança, Diana Franco, Diogo Coelho, Francisca Leal, Helena Castro, João Páscoa

Sinopse: Aproximando-se a estreia da sua nova encenação operática, Eugénio de Sousa, encenador visionário mas obstinado, encontra-se num impasse artístico com a sua musa. Cantora lírica e vedeta dos jornais, Claudete é confrontada com a visão inesperada de Eugénio, que poderá mudar o rumo e o futuro da sua carreira. Mais do que isso, vê a sua perceção da arte questionada por quem tem o poder para a alterar. Acesos debates, inquietantes reflexões, confrontos de realidades. Tudo isto levará a cantora a pôr em causa a sua integridade moral e performativa. Resta questionar-se se está disposta a submeter-se a algo que não a representa, mas sobreviver num mundo artístico em constante mudança, ou ser fiel aos seus valores e sucumbir ao esquecimento.

 

O outro lado da perfeição 

Grupo 9: Amanda Albuquerque, Anna Fronteddu, Bruno Moreira, Carolina Campos, Daniela Guimarães, Hai Lan, Hellen Lemos, Larisse Perrucho, Rodrigo Moreira, Yuying Gao.

Sinopse: A perfeição pela qual a imagem é construída, através das redes sociais, é transcendental, e quando somos confrontados com estas imagens, acabamos por nos comparar com elas no sentido em que vemos nelas aquilo que nós não temos. Atualmente, nesta era tecnológica, estas realidades que não são sempre verdadeiras fazem grande parte da vida dos jovens. Em uma amizade, essa pressão para se apresentar perfeito através dos olhos do público afeta ambas as jovens. Porém, a forma que elas decidem lidar com isso é completamente diferente, mostrando que a perfeição é na verdade, relativa.

 

Drama na Comunicação 

Grupo 10: João Mendes, Laura Calasans, Li Jahan, Nuno Silva

Sinopse: Quando os pais de Manon saem da cidade numa viagem de negócios, esta fica ao cuidado do seu primo Lescaut, com o qual tem uma relação de grande confiança e cumplicidade. Manon sempre foi muito controlada e condicionada pelos pais, tendo uma educação rígida e sem espaço para ser ela própria. O seu primo convida-a para ir a uma festa, com a condição de que estaria sempre acompanhada por ele e teria um bom comportamento. Já na festa, ao sentir a liberdade que nunca teve, Manon deixa-se levar pelo ambiente enquanto Lescaut acompanha a sua namorada, acabando por consumir grandes quantidades de álcool. Quando Lescaut encontra a sua prima completamente alterada, acompanha-a diretamente a um táxi para a levar para casa. No caminho, Manon expressa os seus sentimentos ao cantar.

 

 

 

A mostra de trabalhos do dia 10 de janeiro é, como referido anteriormente, uma sessão aberta cujo júri informal é constituído por Cláudia Madeira, Carlos J. Pessoa (professor da Escola Superior de Teatro) e Pedro Florêncio (docente da NOVA FCSH) . O link de acesso à sessão pode ser consultado aqui.

Organização

Cláudia Madeira

Grupo Performance & Cognição | ICNOVA 

Disciplina Teorias do Drama e do Espetáculo/ Licenciatura de Ciências da Comunicação NOVA FCSH

 

As nossas redes

Para quem quer estar mais próximo do que está a acontecer