51 anos depois, a “Beatlemania” celebra-se em Portugal

A vontade de prestar um tributo académico aos Beatles vai reunir, de 17 a 18 de junho, investigadores da Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade NOVA de Lisboa (NOVA FCSH) com “Beatlófilos” de todo o mundo. A conferência internacional, onde se vão abordar as influências da banda musical “mais famosa do que Jesus”, segundo uma citação de John Lennon em 1966, tem como orador principal Kenneth Womack, uma reconhecida autoridade mundial sobre os Beatles. A sua obra, distinguida com diversos prémios, tem retratado toda a dimensão cultural dos quatro britânicos e sublinhado o papel de Sir George Martin, o famoso produtor da banda, no percurso da mesma.

A academia tem, até agora, falhado em prestar atenção crítica à banda de Liverpool e às suas múltiplas contribuições para a música Pop contemporânea” considera Miguel Alarcão, docente da NOVA FCSH, investigador e um dos organizadores, uma falha que se procura agora colmatar. “Não obstante a natural proeminência da dimensão cultural anglo-saxónica” do evento, é intenção centrar parte da discussão em Portugal para “revelar as influências musicais e a implantação sociológica dos Beatles no Portugal dos finais do Estado Novo”, sublinha. No final do primeiro dia, haverá também um momento musical com João Nogueira, que vai interpretar algumas das músicas do quarteto.

Adiada por causa da pandemia, a conferência esteve inicialmente programada para o ano passado, quando se assinalaram os 50 anos da separação dos Beatles e se completaram 40 anos sobre o assassinato de John Lennon.

O evento, uma iniciativa do Centre for English, Translation, and Anglo-Portuguese Studies (CETAPS), é de acesso livre via Zoom. A ligação poderá ser consultada no website do evento, em https://beatlesinlisbon.wordpress.com/

Link para o Zoom: https://videoconf-colibri.zoom.us/j/86923778034?pwd=QzMrUHBoeXZrL05IdnVma21XVEFwUT09

As nossas redes

Para quem quer estar mais próximo do que está a acontecer