U-Multirank 2020

A Universidade NOVA de Lisboa obteve a classificação máxima em 13 indicadores avaliados na categoria A (“Very Good”) no ranking global U-Multirank 2020, ocupando a 8ª posição entre as jovens universidades Europeias.

QS Top 50 under 50 2020

O ranking QS Top 50 under 50 posiciona a Universidade NOVA de Lisboa no 8.º lugar entre as jovens universidades europeias, fundadas há menos de 50 ano, segundo critérios que incluem a reputação e a internacionalização. Pela oitava vez consecutiva, a NOVA é a única universidade portuguesa presente neste ranking. 

QS World University Rankings

A NOVA está no top 8 das jovens Universidades Europeias no que toca às 5 áreas de conhecimento avaliadas pelo QS:

  • Arts & Humanities (6.ª posição);
    Engineering & Technology: (8.ª posição);
    Life Sciences & Medicine (7.ª posição);
    Natural Sciences (5.ª posição);
    Social Sciences & Management (7.ª posição).

'THE' Top 100 under 50

Pela sétima vez consecutiva, a NOVA aparece listada no the Times Higher Education Young University Rankings, procedida apenas por 61 universidades europeias. 

No Times Higher Education Ranking By Subject 2021, a NOVA ocupa a 1.ª posição nacional em Economia e Gestão e Artes e Humanidades e está no Top 10 entre as jovens universidades europeias fundadas há menos de 50 anos em  Economia e Gestão, Saúde e Medicina, e Educação.

CWTS Leiden Ranking 2019

O ranking de Leiden analisa a performance científica de mais de 1000 universidades em todo o mundo.

Em 2019, a NOVA é a Universidade portuguesa cujos artigos científicos têm maior impacto global, com 12,5% de toda a produção científica no Top 10% de publicações mais citadas.

A NOVA lidera também no impacto normalizado da sua produção, 20% acima da média mundial, ocupando igualmente a 1ª posição nacional em termos colaborativos. Ocupa ainda o 1.º lugar nacional com a maior proporção de publicações com autores do sexo feminino (50,6 %), ocupando ainda a 6ª posição a nível europeu e a 9.ª a nível mundial.

As nossas redes

Para quem quer estar mais próximo do que está a acontecer