Luísa Massarani assumirá Cátedra Santander de Ciências Sociais e Humanas

A investigadora e professora brasileira Luísa Massarani assumirá a Cátedra Santander de Ciências Sociais e Humanas, a partir de Fevereiro de 2021. Durante o próximo semestre, Luísa Massarani será professora catedrática convidada no Departamento de Ciências da Comunicação da NOVA FCSH e colaborará com o grupo Score, do iNOVA Media Lab, um dos laboratórios da unidade de investigação ICNOVA.

Especialista na área da Comunicação de Ciência, Luísa Massarani é uma voz incontornável neste campo em toda a América Latina, tendo produzido centenas de artigos científicos na sua área, assim como participado em inúmeros projetos de investigação e de divulgação de ciência em diversos países. Atualmente, Luísa Massarani coordena o Instituto Nacional de Comunicação Pública em Ciência e Tecnologia, sediado na Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), no Brasil, que reúne cerca de 120 investigadores de diversos países.

“É uma honra podermos receber a Luísa Massarani durante o segundo semestre, ainda por cima no ano em que o nosso mestrado em Comunicação de Ciência completa 10 anos de existência”, diz António Granado, autor da proposta para a cátedra agora aprovada pelo Conselho Científico da NOVA FCSH, e um dos coordenadores do mestrado, que funciona em colaboração com o ITQB NOVA.

“Será uma excelente oportunidade para estreitar os laços de colaboração neste campo com o Brasil, a América Latina e os países africanos que falam português”, revela Ana Sanchez, professora do ITQB NOVA e também coordenadora do mestrado em Comunicação de Ciência. “A cátedra será uma excelente oportunidade para os alunos do mestrado e também para toda a Universidade NOVA de Lisboa, uma vez que a Comunicação de Ciência é transversal a todos os campos do saber”.

Durante os cinco meses que passará em Lisboa, Luísa Massarani proferirá várias conferências abertas a toda a comunidade da Universidade NOVA e organizará um curso de comunicação de ciência com vista a capacitar investigadores das várias unidades orgânicas a comunicar temas de ciência à sociedade. Coordenará ainda um estudo conjunto que visa analisar as perceções de cientistas portugueses da área de ciências sociais sobre Comunicação da Ciência, a sua atuação nesse campo, a cobertura de temas da ciência pelos media e a relação que os investigadores mantêm com os jornalistas.

As nossas redes

Para quem quer estar mais próximo do que está a acontecer