16
Out
A arte urbana da Quinta do Mocho - visita guiada
Encontro
10:00 às 13:00
Quinta do Mocho

Visita Guiada

A arte urbana da Quinta do Mocho.

Um exemplo de inclusão e educação para a cidadania.

Arte, histórias, impacto social e cultural de uma reabilitação urbana pela arte.

_____

Iniciativa para professores cooperantes, estudantes e docentes, enquadrada pelo modelo de competências para a cultura democrática e diálogo intercultural do Conselho da Europa (2018) e pelos mais recentes documentos curriculares, nomeadamente o Perfil dos Alunos à Saída da Escolaridade Obrigatória e a Estratégia Nacional de Educação para a Cidadania (ENEC) (2016).

Encontro: às 10:00h, na Casa da Cultura de Sacavém (às portas do bairro)

Haverá três grupos e três guias (Ema, Kally e Kedy), jovens do grupo de Guias da Quinta do Mocho, ligados ao projeto “O Bairro i o Mundo”, a quem sugerimos que seja entregue 5€ por pessoa, a pagar na altura.

A iniciativa terminará com merenda no parque do bairro (cada um leva a sua) ou almoço nos restaurantes do bairro (menu do dia ou Cachupa, por reserva até uma semana antes do evento, c. 7,00€): Restaurante Elsa: 964230983; Restaurante da Tia Kitucha e do Tio Rui: 961098899 / 963528424.

Ação de formação para os Professores Cooperantes

Para os Professores Cooperantes que assim desejem, esta iniciativa constituirá uma Ação de formação (de curta duração) sem custos, que releva para efeitos previstos no Estatuto da Carreira dos Educadores de Infância e dos Professores dos Ensinos Básico e Secundário (ECD), no âmbito da Avaliação de Desempenho Docente (ADD) e progressão na carreira, tendo como limite máximo um quinto do total de horas de formação obrigatória no respetivo escalão ou ciclo avaliativo (cf. artigo 3º, Despacho nº 5741/2015 de 29 de maio)

Inscrição para este efeito: até dia 13 de outubro, junto dos Coordenadores do Curso de Mestrado em Ensino com que colabore

Objetivos

  • Refletir sobre o espaço curricular (transdisciplinar) deixado à educação para a cidadania democrática, abordagens possíveis e modos de operacionalização;
  • Considerar oportunidades de projetos interdisciplinares;
  • Participar ativamente em processos de descoberta e de interpretação a partir do diálogo com obras de arte, espaços e interlocutores socioculturais diversos;
  • Repensar o lugar do professor como ‘estudante’ crítico e leitor de textos artísticos em relação com temas diversos e problemáticas socioculturais em torno de 3 áreas:
    • proteção do ambiente;
    • crescimento sustentável da sociedade digital
    • redução das divisões socioculturais

Programa/Conteúdo

A educação para a cidadania pressupõe o reconhecimento e apoio a grupos, ou minorias de Outros, socialmente, culturalmente, e economicamente vulneráveis. As artes, em geral, podem contribuir para validar a expressão, comunicação e colaboração de estudantes-cidadãos, mobilizando o pensamento crítico, a criatividade e inspirando visões de mudança e de participação ativa nas nossas comunidades escolares.

A exploração do local, que já foi considerado a maior galeria de arte urbana a céu aberto da Europa por docentes de várias áreas disciplinares (História, Geografia, Filosofia, Música, Português, Línguas Estrangeiras), na qualidade de professores cooperantes com a NOVA FCSH, insere-se num plano de trabalho que pretende promover uma reflexão sobre o espaço curricular deixado à educação para a cidadania e o potencial por descobrir que a arte pode oferecer enquanto instrumento de reflexão e de transformação. Pretende-se ainda promover a exploração de uma educação para a cidadania inclusiva que envolva o contacto e o diálogo com Outros – espaços, interlocutores, perspetivas, contextos – como ponto de partida para o desenvolvimento de competências e de saberes essenciais aos cidadãos do presente séc. XXI.

  • O contributo das artes para a integração de minorias economicamente vulneráveis
  • A relação da galeria de arte urbana da Quinta do Mocho com os objetivos de Cidadania e Desenvolvimento
  • O diálogo intercultural – perspetivas colaborativas
  • Desenvolvimento de competências para uma cultura democrática

Referências

Conselho da Europa (2018) Quadro de Referência das Competências para a Cultura Democrática.

<https://rm.coe.int/rfcdc-por-volume-1/1680a34ab8>

Costa, Henrique Chaves. 2019. O direito à cidade e a galeria de arte pública da Quinta do Mocho. Dissertação de Mestrado em Sociologia, Lisboa: Faculdade de Ciências Sociais e Humanas – Universidade Nova de Lisboa. https://run.unl.pt/handle/10362/65248

Lopes, João Teixeira. 2012. Novas questões de sociologia urbana: conteúdos e “orientações” pedagógicas. Porto: Edições Afrontamento.

Ministério da Educação. 2016. Estratégia Nacional de Educação para a Cidadania (ENEC).

Raposo, O. (2019). Arte e cultura: aprendizagens infomais na Afro-Lisboa. Medi@ções, 7(2), 37–53. http://mediacoes.ese.ips.pt/index.php/mediacoesonline/article/view/229

Raposo, O. & F. Ferraz (2021) Série audiovisual “Cenas do Gueto, Mocho Tá na Casa”. Projeto financiado pela FCT, uma parceria CICS.NOVA, NOVA FCSH, CIES-Iscte e CRIA.

Artista na foto do evento: Adres

As nossas redes

Para quem quer estar mais próximo do que está a acontecer