COVID-19: Informações sobre o funcionamento da NOVA FCSH

Acompanhe a atualização das medidas de contingência no site oficial da Universidade NOVA de Lisboa.

_____

Medidas de segurança nos campi da NOVA FCSH 

Vídeo Recomendações 

Contactos do Grupo de Gestão Covid-19 da NOVA FCSH:

Para reporte de casos positivos/isolamentos profiláticos na comunidade NOVA FCSH e outras informações:

E-mail: covid19@fcsh.unl.pt

Telemóvel: campus Avenida de Berna: 910 379 586 / 910 129 618

Telemóvel: Colégio Almada Negreiros: 910 516 215 / 912 903 732

Atividades letivas nos campi da NOVA FCSH

De acordo com a Nota do Diretor na Newsletter NOVA FCSH #23, o modelo de ensino a distância manter-se-á até à interrupção letiva da Páscoa (29 de março), com possibilidade de retoma do sistema híbrido (aulas a distância e presenciais, através de subgrupos) no recomeço letivo, a 5 de abril.

Atividades não letivas nos campi da NOVA FCSH

Os serviços da NOVA FCSH estão em funcionamento em regime de teletrabalho e encontram-se disponíveis nos horários e contactos divulgados nesta página.

Exceções ao regime de serviços em teletrabalho exclusivo:

Cantina SASNOVA

Apenas em regime de takeaway, das 12h às 14h, com marcação prévia no dia útil anterior, das 10h às 14h, através do 217 950 380 (jantares podem igualmente ser recolhidos à hora de almoço).

Bar encerrado.

Biblioteca Mário Sottomayor Cardia
Apenas serviço de empréstimos e devoluções de livros, com agendamento prévio, email: bibliotecamsc@fcsh.unl.pt

Biblioteca Vitorino Magalhães Godinho
Apenas serviço de empréstimos e devoluções de livros, com agendamento prévio, email: bibliotecavmg@fcsh.unl.pt

Empréstimos e devoluções, de qualquer biblioteca, são feitos presencialmente na biblioteca do campus da Avenida de Berna.

Divisão Académica – procedimentos à distância:

Emissão de certidões 

  1. As certidões de inscrição (nomeadamente, as necessárias para apresentar no SEF) podem ser obtidas através do InforEstudante: Balcão Académico – Documentos – Escolher o que pretende: – Proceder ao pagamento, usando a referência multibanco disponibilizada; – Imprimir a certidão, via InforEstudante
  2. Outras certidões (que não estejam disponíveis via InforEstudante) podem ser solicitadas por e-mail para o Núcleo respetivo (cf. contactos acima referidos). 

Pedidos de Defesa de Provas de Mestrado e de Doutoramento

  1. Os pedidos serão enviados por e-mail para o Núcleo respetivo, que disponibilizará a minuta e os documentos que devem ser preenchidos e devolvidos por e-mail: – Requerimento; – Declaração para o RUN; – Declaração de conformidade assinada pelo/a orientador/a (e coorientador/a, se for o caso); nas atuais circunstâncias, esta declaração poderá ser substituída por e-mail, com o mesmo teor, enviado para o Núcleo de Mestrados ou o Núcleo de Doutoramentos.

         Os modelos de declaração para o RUN, declaração do orientador, capa do Trabalho e CD estão disponíveis na 
         respetiva pasta da intranet da NOVA FCSH (Informação Académica-> Mestrados ou Doutoramentos->Formulários e
         modelos).

  1. Com os documentos referidos no ponto anterior deve ser enviado o Ficheiro do Trabalho da Componente Não Letiva (Tese ou Dissertação / Trabalho de Projeto / Relatório de Estágio).

         Este ficheiro deve conter um documento único (com exceção, se necessário, dos anexos) e ser gravado da seguinte
         forma: 

         nome próprio_apelido_nºaluno(a)_curso. Exemplos: 

         maria_silva_12345_DL (exemplo de Doutoramento em Linguística);

         maria_silva_12345_MCL (exemplo de Mestrado em Ciências da Linguagem).  

  1. O CD poderá ser entregue posteriormente.

Candidaturas

  1. As candidaturas continuam a ser submetidas na plataforma InforEstudante;
  2. Quaisquer dúvidas ou dificuldades poderão ser colocadas através dos contactos disponibilizados atrás (mestrados@fcsh.unl.pt para cursos de 2.º ciclo ou doutoramentos@fcsh.unl.pt para cursos de 3.º ciclo).

MOBILIDADES OUTGOING 2º SEMESTRE 2020/21

No âmbito da regulamentação do estado de emergência que proíbe as deslocações para fora do território continental, até às 23:59h do dia 1 de março, foi indicado pela Agência Nacional Erasmus que as mobilidades ERASMUS+ não se incluem nas exceções previstas no artigo 4.º do Decreto n.º 3-D/2021 da Presidência do Conselho de Ministros, de 29 de janeiro, alterado pelo Decreto n.º 3-E/2021, de 12 de fevereiro”.

Deste modo, é provável que, mesmo em voos que não sejam cancelados, as viagens para as universidades de destino possam ser impedidas, dado que estão proibidas as deslocações para estes efeitos.

Tendo em consideração esta situação:

Para estudantes que são, para já, impedidos de viajar:

  • Se perderem o interesse na mobilidade (ou não lhes for dada a possibilidade de realizar aulas online) – deverá ser instruído um processo de força-maior, sendo a bolsa recalculada para o valor exato de todas as despesas não reembolsáveis comprovadas, com faturas/recibos de: viagens e alojamentos.
  • Se mantêm o interesse na mobilidade – devem contactar a instituição de acolhimento no sentido de frequentarem as aulas online ou adiarem o início da mobilidade até serem levantadas as restrições. Mantêm a bolsa, assumindo que a mobilidade física deverá acontecer:

         – Caso se confirme a ida para a instituição de destino, tudo se mantém.

         – Caso nunca cheguem a viajar (pois as restrições são de tempo indeterminado), deverá ser instruído um processo de
         força-maior, sendo a bolsa recalculada, para o valor exato de todas as despesas não reembolsáveis comprovadas,
         conforme a primeira situação referida.

Assim, recomendamos que enquanto não saírem de Portugal, os estudantes assumam como provável terem de devolver boa parte da bolsa. Em relação aos contratos de mobilidade ainda não emitidos, dever-se-á optar pelo recurso a blended mobilities (período virtual + período físico).

A estudantes que conseguirem viajar:

  • Porque o fazem antes da entrada em vigor das limitações de deslocações para fora do território continental;
  • Porque, entretanto, as restrições poderão ser levantadas, ou enquadradas como exceção na lei.

Alerta-se para a grande imprevisibilidade na aplicação súbita de restrições à saída ou entrada em Portugal, circulação nos países de acolhimento que poderão inviabilizar deslocação entre cidades para os aeroportos, redução drástica da oferta nos transportes aéreos, bem como, e acima de tudo, a volatilidade na situação sanitária.

Alerta-se também para o facto de alguns países estarem já com restrições a voos para e de Portugal e que outros poderão, sem aviso, tomar decisões idênticas.

Recomenda-se a consulta de informação oficial dos países de acolhimento e do https://portaldascomunidades.mne.gov.pt/pt/.

Contactos da Agência Nacional Erasmus para estudantes em mobilidade outgoing  

 

PLANOS DE CONTINGÊNCIA E REGULAMENTO INTERNO

_____

Plano de Contingência da Universidade NOVA de Lisboa.

Plano de Contingência COVID-19 NOVA FCSH.

Regulamento Interno da NOVA FCSH Ano letivo 2020/2021 em contexto de Pandemia COVID‐19.

As nossas redes

Para quem quer estar mais próximo do que está a acontecer