NOVA FCSH marca presença na Semana da Ciência e da Tecnologia

Instituições científicas, universidades, escolas, museus e centros de ciência reúnem-se, de 19 a 27 de novembro, para celebrar a Semana da Ciência e da Tecnologia e o Dia Nacional da Cultura Científica. Destinado a proporcionar aos estudantes e ao público em geral uma oportunidade de aproximação à realidade da investigação científica e tecnológica, a NOVA FCSH faz-se representar no evento por cinco centros de investigação: Centro Interdisciplinar de Ciências Sociais da NOVA (CICS.NOVA), Centro de Humanidades (CHAM), Centro de Estudos de Sociologia e Estética Musical (CESEM), Centro em Rede de Investigação em Antropologia (CRIA) e Instituto de História Contemporânea (IHC).

 

CICS.NOVA

Ligado sobretudo à área da sociologia e da geografia, o CICS.NOVA participa com uma sessão do seu Seminário Permanente de Investigação. Com o tema “As ‘inquietudes’ do trabalho laboratorial: suspensões da distância técnica nos juízos dos embriologistas clínicos em PMA”, o evento será dinamizado por Luís Gouveia, Investigador Integrado e membro do Projeto ETHICHO – Coreografias ético-ontológicas: Formas de objetivação e avaliação do embrião humano in vitro no contexto da Procriação.

O Seminário Permanente de Investigação é um ciclo de eventos que pretende dar a conhecer a investigação realizada no centro e os respetivos grupos de investigação. As sessões consistem na apresentação de uma pesquisa em curso ou terminada recentemente, a cargo de um/a investigador/a ou equipa de investigação do CICS.NOVA, seguida de um debate.

O evento decorre às 12h do dia 25 de novembro via Zoom.

 

CHAM

O Centro de Humanidades vai mostrar o projeto 4Oceans, distinguido com uma bolsa ERC Synergy Grant no valor de 10M de euros, a primeira do género em Portugal.

Atividades:

  • Dia 22, com o tema “Historiadores com a cabeça debaixo de água: visita a um laboratório de historiadores, mergulhadores, baleias e monstros marinhos”.

A equipa da ERC Synergy Grant 4OCEANS abre as portas da sua “casa” no Colégio Almada Negreiros, no campus de Campolide, para que o público veja as suas atividades. Amostras de ossos de baleias, fotogrametrias, imagens 3D, fontes históricas, mergulho, sereias e monstros marinhos são algumas das coisas que fazem parte do dia-a-dia da equipa. O evento decorre das 10h30 às 12h na sala 386 do edifício histórico e estão convidados públicos de todas as idades.

  • Dia 26, com o tema “(Re)Descobrindo a baleia em Atouguia – Itinerário Cultural)”.

Visita guiada e comentada ao Centro Interpretativo de Atouguia da Baleia e a outros locais de interesse para visualização de alguns exemplares de ossos de baleia que aí se encontram a ser estudados, assim como para apresentação da futura exposição que aí se irá desenvolver e que pretende compreender a relação entre a baleia e a localidade Atouguia. Como se cria esta relação, quando se iniciou, quais as materialidades que ainda hoje perduram? Estas serão algumas das questões que os investigadores do projeto ERC Synergy 4OCEANS, em conjunto com a Câmara Municipal de Peniche, vão abordar durante a visita.

Para todas as atividades pede-se aos interessados que confirmem a participação para o endereço 4oceans@fcsh.unl.pt

CRIA

Focada em estudantes e profissionais de Serviço Social, o CRIA traz a tertúlia “Cabazes alimentares: o olhar da antropologia (tertúlia)”. Dinamizada por Ana Piedade, a conversa vai fazer-se em torno dos interditos alimentares e da diversidade religiosa e dos contextos migratórios quando se preparam cabazes alimentares, permitindo alertar os futuros e atuais profissionais para a importância de (re)conhecer diferentes práticas alimentares.

A atividade decorre dia 23 no Auditório da Escola Superior de Educação do IPBeja, das 11h30 às 12h30, e não requer inscrição.

Uma segunda atividade, não afeta à NOVA FCSH, tem como tema “Podemos considerar os Esports um desporto? Apresentação e discussão sobre as competições de videojogos”.

 

CESEM

Apoiado no Núcleo de Estudos em Som e Música nos Media Digitais e Audiovisuais (CysMus), o CESEM traz à Semana da Ciência e da Tecnologia o tema “A música e o som em videojogos: breves tutoriais (online, 1’30)” através de duas sessões via Zoom.

  • Sessão 1, “Palavras-chave que nos ensinam a escutar” (André Malhado) – dia 21, das 11h às 12h30
  • Sessão 2, “Como se fazem as músicas e os sons para videojogos” (João Tiago Araújo e André Malhado) – dia 25, das 11h às 12h30

Atualmente, com os desenvolvimentos tecnológicos os sons que são possíveis nos videojogos são quase ilimitados. Muitos são os que têm as músicas de que mais gostamos e que, depois, queremos ouvir numa banda sonora. Nestas aulas, iremos mostrar vários mecanismos de funcionamento dos jogos, partindo do modo como a música e o som nos ajudam a navegar, contam histórias, oferecem pistas e às vezes até dizem, se soubermos escutar, o que fazer ou não. Explicam-se algumas das diferenças entre os tipos de jogos, géneros e ambientes a partir de uma perspetiva sonora. Na primeira sessão, expõem-se várias palavras-chave com as quais seremos capazes de ouvir e até jogar de outra forma. Na segunda, ajuda-se a compreender algumas técnicas que os compositores empregam.

Ambas as sessões são virtuais, cada uma com a duração de 1’30 e voltadas para um público generalizado, tanto jogadores como interessados.

Link de acesso a ambas as sessões.

ID da reunião: 962 2761 6796

Senha de acesso: 92198

 

IHC

O IHC realiza a oitava conferência do ciclo “O mundo contemporâneo: história, política e cultura”, onde se visa promover o interesse pela história contemporânea mundial na universidade e na sociedade portuguesas. O tema do encontro é “Rússia: Quebras e Continuidades Imperiais” e visa os processos históricos que, no curso do século XX, na URSS, estabeleceram continuidades ou permitiram modificações na história russa. Uma análise do desenvolvimento da política soviética, da Revolução de Outubro à queda do muro de Berlim, passando pela oposição soviética à Alemanha Nazi e pelo relacionamento com os Estados Unidos da América

O evento, integrado no ciclo de conferência e debates “Impérios“, tem a curadoria de José Neves e Liliana Coutinho.

Terá lugar no dia 23 de novembro, às 18h30, na Culturgest.