NOVA FCSH alcança nota de último colocado mais alta de sempre em 11 cursos

Em 2021 a NOVA FCSH alcançou a nota de último colocado mais alta de que há registo em 11 dos seus 15 cursos (Antropologia, Ciências da Comunicação, Ciências da Linguagem, Estudos Portugueses, Filosofia, Geografia e Planeamento Regional, História, Línguas, Literaturas e Culturas, Sociologia, Sociologia pós-laboral e Tradução.). Outros três cursos (Ciência Política e Relações Internacionais, Ciências Musicais e História) tinham atingido o pico em 2020.

A Faculdade de Ciências Sociais e Humanas (NOVA FCSH) obteve também liderança nacional em 10 das suas 15 licenciaturas (regime diurno e pós-laboral). Como líderes nacionais na nota final do último colocado surgem os cursos de Antropologia (14,10), Ciência Política e Relações Internacionais (17,65), Ciências da Comunicação (17,85), Ciências da Linguagem (14,95), Ciências Musicais (14,05), Filosofia (16,40), História (16,40), História da Arte (14,60), Sociologia PL (13,90) ex aequo com o ISCTE e Tradução (16,75).

Para além das lideranças nacionais, a NOVA FCSH apresenta liderança da região de Lisboa em mais dois cursos: Estudos Portugueses (14) e Sociologia (15,25).

A NOVA FCSH recebeu um total de 6200 candidaturas (mais 1156 que no ano anterior) e 1474 em primeira opção (mais 266 em relação a 2020). Entre os 755 estudantes colocados, 64,6% escolheram a Faculdade como a sua primeira opção. No Concurso Nacional de Acesso ao Ensino Superior 2021, a Faculdade voltou também a ocupar 100% das vagas na primeira fase.

Para mais informações sobre os resultados do Concurso Nacional de Acesso, consulte: https://www.dges.gov.pt/pt.

1. A determinação das lideranças foi realizada segundo uma metodologia de análise que consiste em comparar as notas dos colocados de posições homólogas e ciclos de estudos congéneres, segundo a posição de referência do ciclo de estudos que tiver o menor número de colocados. Contudo, as notas apresentadas nesta notícia são as notas do último colocado.  
2. Ciências Musicais não tem em Portugal nenhum ciclo de estudos congénere.

As nossas redes

Para quem quer estar mais próximo do que está a acontecer