15
Mar
Data: 15 Mar a 31 Mai 2024
Horário: Online com tarefas assíncronas bimensais
Duração: 12 h
Área: Educação e Ensino
Docente responsável: Chrysi Rapanta
Docente: Chrysi Rapanta
Docente: João Gouveia
Acreditação pelo CCPFC: Sim - Formação geral e adequada (dimensão científica e pedagógica): Professores dos 2º e 3º Ciclos do Ensino Básico e do Ensino Secundário
Ensino a distância
Este Curso vai ser lecionado na modalidade de Ensino a distância

 

Objetivos

____

Desenvolvido no âmbito do projeto Erasmus+ “Active Citizenship Through Dialogue in Virtual Teacher Communities” (ACT-DI-V), o curso a) reforçará a importância de educar para a cidadania ativa e responsável através do diálogo e da argumentação, e b) promoverá a criação de recursos práticos sobre o ensino para a cidadania ativa e responsável. Estes objetivos serão prosseguidos através de:

  • Contacto com materiais pedagógicos já produzidos no âmbito do projeto ACT-DI-V;
  • Participação em sessões de troca de experiências e procura de soluções para os desafios sentidos no ensino para a cidadania ativa e responsável.
  • Construção de materiais pedagógicos, em contexto de colaboração internacional com professores de outras nacionalidades.

 

Programa

____

O curso será desenvolvido numa plataforma interativa online, munida de diversos materiais pedagógicos produzidos no âmbito do projeto ACT-DI-V. Os professores participantes: a) poderão contatar com materiais pedagógicos já produzidos pelo Consórcio internacional do projeto, incluindo um Kit de Ferramentas digital interativo – contendo uma lista de verificação da preparação para promover a cidadania ativa e responsável nas escolas e uma seleção de vinte melhores práticas neste ensino, a nível europeu – e um programa de aprendizagem de vários planos de aula para os três níveis de ensino (pré-escolar, básico, e secundário) com explicações sobre as respetivas metodologias orientadoras; e b) serão integrados numa Comunidade Virtual de Prática, que lhes permitirá aprender com experiências de lecionação partilhadas entre profissionais de outras nacionalidades, que trabalhem no mesmo nível de ensino, e com a produção colaborativa de novos materiais pedagógicos sobre cidadania ativa e responsável (também entre profissionais do mesmo nível de ensino). A plataforma (moodle) será criada pela Universidade de Humboldt, em Berlim, e as organizações parceiras (nas quais se encontra a UNL) incluirão nela os participantes nacionais. A UNL trabalhará como mediador e facilitador no processo de integração dos professores, removendo barreiras linguísticas e dificuldades de utilização que possam surgir. A participação será assíncrona e predominantemente escrita, de forma a permitir que as traduções (feitas com a ajuda de ferramentas tecnológicas integradas na plataforma) ocorram eficazmente.

Os participantes terão acesso fácil aos materiais pedagógicos incluídos na plataforma e poderão utilizá-los como modelos ou sugestões para o desenvolvimento de novos materiais – nomeadamente, novos planos de lição e atividades concretas que venham ainda a ser testadas em aula ou, caso já tenham sido testadas, acompanhadas de conclusões que permitam avaliar o processo de implementação. Os resultados deste processo criativo serão produto da colaboração que ocorrerá por via da plataforma, devendo refletir a) ponderação nas sugestões avançadas, b) capacidade para solucionarem as dificuldades partilhadas e c) exploração de diferentes abordagens pedagógicas, relacionadas a metodologias de aprendizagem ativa, colaborativa, e baseada em projetos.

 

Bibliografia

____

  • Coster, I. D., Borodankova, O., Coutinho, A. S. A., Paolini, G. (2012). Citizenship education in Europe. In A. Delhaxhe (Ed.). Education, Audiovisual and Culture Executive Agency. https://ec.europa.eu/citizenship/pdf/citizenship_education_in_europe_en.pdf.
  • Council of Europe (2015). Revised European charter on the participation of young people in local and regional life. Disponível em: https://rm.coe.int/168071b4d6.
  • Gouveia, J., Rapanta, C., Karousiou, C., Vrikki, M., Evagorou, M., Bellavista, R., Biondo, A., Ruwe, Th., Hartung, J., & Mayweg, E. (2023). ACT-DI-V Transnational report. https://actdiv.weebly.com/transnational-report.html.
  • Patton, K., & Parker, M. (2017). Teacher education communities of practice: More than a culture of collaboration. Teaching and Teacher education, 67, 351-360. https://doi.org/10.1016/j.tate.2017.06.013.
  • Wenger, E. (2010). Communities of practice and social learning systems: The career of a concept. In Blackmore, C. (ed.) Social Learning Systems and Communities of Practice. Springer. https://doi.org/10.1007/978-1-84996-133-2_11.

 

Requisitos prévios

____

O curso é destinado a professores em serviço em escolas públicas ou privadas em Portugal em qualquer nível de ensino (pré escolar, básico, secundário).

Para mais informações enviar email a: actdiv@fcsh.unl.pt ou contatar diretamente a docente responsável Dra. Chrysi Rapanta (crapanta@fcsh.unl.pt).

 

DOCENTES

____

Chrysi Rapanta (doutoramento em Ciências de Comunicação pela Universidade da Suíça italiana, Lugano, com reconhecimento em Educação pela Universidade Nova de Lisboa) é investigadora contratada pela NOVA FCSH. Tem uma ampla formação e experiência na área de Psicopedagogia, nomeadamente no uso de estratégias argumentativas na sala da aula. O seu livro “Argumentation strategies in the classroom” (Vernon Press, 2019) tem servido como manual pedagógico nas suas ações de formação para professores. Tem um vasto trabalho científico publicado na área da Pedagogia, Psicopedagogia e Filosofia de Educação, em revistas internacionais de impacto, como: Review of Educational Research, Journal of Philosophy of Education, International Journal of Educational Research, e British Journal of Educational Technology. Tem liderado vários projetos de investigação nacionais e internacionais na área de Educação, com um foco na formação de professores e no seu uso de práticas pedagógicas inovadoras.

João Gouveia concluiu o mestrado em filosofia política na Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa em 2019. Na mesma instituição, concluiu em 2022 o mestrado em ensino da filosofia no ensino secundário e encontra-se a realizar o doutoramento em filosofia. No ano letivo de 2021/2022 realizou o estágio de professor em filosofia na Escola Secundária da Ramada, onde foi coorganizador de vários eventos relevantes com o objetivo de introduzir alunos do ensino secundário à filosofia. No ano letivo de 2022/2023, lecionou na Escola Secundária José Saramago, em Mafra. Trabalha neste momento como investigador assistente no projeto Erasmus+ “Active Citizenship Through Dialogue in Virtual Teacher Communities”, do qual o presente curso faz parte.

  • Centro Luís Krus – Formação ao Longo da Vida
  • Cursos Breves