Projeto “VINCULUM” destacado na imprensa

“Os vínculos (…) viviam dos ‘desejos e vontades’ dos seus instituidores que, ao criá-los, deixavam por escrito como queriam que os seus bens fossem administrados depois da sua morte e em nome da sua alma”, explica o Observador num artigo que dedica ao projeto “VINCULUM”, distinguido pelo European Research Council (ERC).

O diário dedica várias páginas ao trabalho de Maria de Lurdes Rosa, docente e investigadora da NOVA FCSH responsável pelo projeto “Entailing Perpetuity: Family, Power, Identity. The Social Agency of a Corporate Body (Southern Europe, 14th-17th Centuries)”, também conhecido como “VINCULUM”, na sua nomenclatura reduzida. Foi, em 2018, distinguido com um “Consolidator Grant”, da ERC, no valor de 1,6 milhões de euros. Trata-se da primeira bolsa do género atribuída em Portugal na área da História e que tem como um dos objetivos “mostrar com esta ideologia vincular permanece na sociedade portuguesa”, afirma a docente.

As nossas redes

Para quem quer estar mais próximo do que está a acontecer