MESTRADO EM GESTÃO E CURADORIA DA INFORMAÇÃO

Resultante de uma parceria entre a NOVA IMS e a Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade NOVA de Lisboa, este mestrado visa contribuir para a consolidação das áreas multidisciplinares da Ciência da Informação e da Gestão da Informação, necessárias para avaliar, gerir e tomar decisões enquadradas nas estratégias europeias: Europa 2020 e Agenda Digital, equacionando a inovação na comunicação organizacional e na gestão de coleções e conteúdos. Este curso pretende ainda formar especialistas com competências para a gestão de projetos e iniciativas interdisciplinares no domínio da gestão da informação, comunicação e curadoria nas organizações.

 

Tem como objetivos:

  • a sedimentação e aprofundamento dos conhecimentos em gestão de informação ou ciência da informação de base adquiridos no 1.º ciclo de estudos;
  • a aquisição de novos conhecimentos nos domínios da gestão e ciência da informação;
  • a preparação para a vida profissional, fomentando a sua aproximação à forma de pensar e agir dos contextos informacionais nas organizações e incrementando a capacidade de compreensão e resolução de problemas em situações novas e não familiares;
  • a constituição das bases que permitam uma aprendizagem autónoma ao longo da vida;
  • o desenvolvimento de aptidões para a investigação.

 

CANDIDATURAS 2020/21

_____

Podem candidatar-se aos mestrados da NOVA FCSH os titulares de Licenciatura ou equivalente legal­. Os critérios de seleção são expostos no edital de cada ano letivo (disponível no topo desta página).

Estrutura curricular

O curso tem a duração de 4 semestres: 3 da componente curricular e 1 para o desenvolvimento da dissertação, trabalho de projecto ou realização de estágio profissional, num total de 120 ECTS. A componente curricular é composta por 11 unidades curriculares, das quais 9 são obrigatórias.

Coordenação

Corpo docente

  • Alexandra Lourenço
  • Fernando Bação (NOVA IMS)
  • Guilherme Vitorino (NOVA IMS)
  • José Borbinha (Técnico - ULisboa)
  • Paula Ochôa

 

 

As nossas redes

Para quem quer estar mais próximo do que está a acontecer