PÓLIS, POLÍTICA E PROTESTO

Filipe Pinto

Abstract


Este ensaio propõe uma digressão que vai da periferia ao centro, do limite ao corpo, do horizonte à política; uma digressão na qual as palavras – e a literatura – direccionam, condicionam e comentam toda a argumentação. Trata-se de um texto sobre determinadas palavras, ou conceitos incertos, que enformam uma certa ideia de cidade – plana, possível, simultânea – e a partir dos quais eclode a política.


Keywords


Horizonte, Limite, Planura, Simultaneidade, Política, Protesto.

Refbacks

  • There are currently no refbacks.




Copyright (c) 2018 Filipe Pinto

Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution-NonCommercial 4.0 International License.

The journal of Language and Communication is index in LATINDEX and ProQuest/CSA (Cambridge Scientific Abstracts). 

Journal of Communication and Languages | ISSN 2183-7198

 Creative Commons License

The texts published in the RCL have a Creative Commons Attribution-NonCommercial 4.0 International License