Pragas nos Periódicos

Uma praga

Dublin Core

Título

Uma praga

Criador

S/autor

Fonte

O Bejense, Ano VIII, nº 335, p. 4.

Data

25-05-1867

Colaborador

Leonardo Aboim Pires

Text Item Type Metadata

Text

É assustador e assombroso o horrível e estranho flagelo, que os ventos do sul (se não me engano de ter lido que são os ventos os veículos de tais flagelos) vomitaram sobre os três concelhos – de Mértola, Almodôvar e Castro!
Uma praga imensa de gafanhotos que por onde passa consome as searas, os pastos e corrompe as águas onde cai: eis o abominável, hediondo e execrando flagelo, de que falamos!
Já no ano passado outra terrível aluvião deste género fez consideráveis estragos nas searas aí pelo concelho de Mértola onde primeiro apareceu. Este ano porém surgiu entre nós neste concelho de Castro para também nos afligir!
As vinhas – as hortas e provavelmente os tremeses – que davam boas esperanças – como são agora as únicas coisas verdes que o campo apresenta, vão sumir-se ante esta devastadora falange!
Entendi dever fazer esta comunicação ao seu jornal – para que os leitores dele que provavelmente terão também a sua vez de sofrer o mesmo mal juntem desde já os seus aos nossos clamores, rogando a Deus para que afaste de nós tão terrível flagelo.

Ficheiros

Colecção

Citação

S/autor, “Uma praga”. In O Bejense, Ano VIII, nº 335, p. 4., 25-05-1867. Disponibilizado por: Pragas nos Periódicos, acedido 13 de Dezembro de 2019, http://www.fcsh.unl.pt/pragasnosperiodicos/items/show/1592.

Geolocalização