Acções do Documento

Teorias da Conspiração na NOVA FCSH

22 e 23 de setembro - Investigadores europeus discutem as implicações mediáticas, culturais e sociais das teorias de conspiração de Donald Trump e países da Europa Oriental.

O próximo encontro da Ação Cost designada “Análise Comparativa das Teorias da Conspiração (Comparative Analysis of Conspiracy Theories - COMPACT) visa discutir algumas das problemáticas mais complexas das teorias da conspiração na atualidade, nomeadamente nas suas implicações mediáticas, culturais e sociais. Tratando-se de uma rede científica financiada com fundos europeus, esta Ação envolve mais de trinta países participantes, incluindo Portugal.

No dia 22 de setembro, estarão em debate os mais importantes casos reais, alvo de investigação comparada e discussão, designadamente o caso Donald Trump, as teorias da conspiração nos países balcânicos e na Europa Oriental, entre outros. Refletir sobre os processos de construção das chamadas “fake news”, as pós-verdades ou simplesmente desmistificar a “naturalização” da realidade, em articulação com o problema atual da confiança dos cidadãos nas instituições democráticas (na esfera política, nos media, etc), é um dos principais objetivos da rede.

As teorias da conspiração desempenham um papel cada vez mais visível na vida política na Europa, sobretudo porque a própria UE é muitas vezes vista como uma vasta conspiração. Embora às vezes encaradas como um entretenimento inofensivo, as teorias de conspiração podem contribuir para o extremismo em regiões particulares do globo, bem como alimentar as tensões entre as nações ou erradicar a confiança nas instituições democráticas e órgãos de comunicação social.

A organização local do encontro em Lisboa está a cargo de Isabel Marcos, investigadora do CICS.NOVA - Centro Interdisciplinar de Ciências Sociais, da NOVA FCSH, e representante nacional desta Ação. O coordenador principal da Ação é Peter Knight da Universidade de Manchester.

As Ações COST, onde se enquadra este debate, têm como base um quadro intergovernamental de cooperação que atualmente conta com 36 países-membros e um cooperante. Atualmente estão em curso mais de 200 Ações, envolvendo cerca de 50.000 investigadores.

Informações adicionais sobre o encontro em http://conspiracytheories.eu

Consulte o programa

O evento é aberto à imprensa e aos membros da Ação COST.

Veja o álbum de fotografias!

2017-09-08 12:20
Topo da Página
classificado em: