Acções do Documento

Nuno Júdice vence prémio Rosalía de Castro do PEN Galiza

Nuno Júdice, antigo docente da NOVA FCSH, foi distinguido como um dos mais relevantes escritores de língua castelhana, catalã, basca e portuguesa.

Nuno Júdice ganhou o prémio Rosalía de Castro do PEN Clube Galego, que distingue, de dois em dois anos, escritores relevantes de língua castelhana, catalã, basca e portuguesa pelos seus trabalhos publicados em vários géneros literários.

O antigo professor da NOVA FCSH recebe o galardão na 12.ª edição deste prémio, em conjunto com a mexicana Carmen Boullosa, o catalão Sergi Belbel e o basco Harkaitz Cano, avança o jornal La Voz de Galicia.

O júri considerou que o escritor, nascido em 1949, tem feito "um ótimo trabalho em vários géneros", que vão desde o romance até à poesia, mas também passam pelo ensaio.

Estes quatro escritores juntam-se agora aos 44 distinguidos nas edições anteriores da história do prémio,  sendo considerados pelo júri, constituído por Luís González Tosar, Ánxela Gracián, Xabier Castro Martínez, Bieito Iglesias, Xosé Ramón Pena, Marilar Aleixandre, Luís Menéndez e Manuel Guede como os "melhores embaixadores da literatura galega".

Nuno Júdice começou a publicar poesia em 1972 e já foi agraciado com alguns dos mais importantes prémios literários: PEN Clube (1985); Prémio Dom Dinis (1990); Prémio da Associação Portuguesa de Escritores (1995) e Prémio Fernando Namora (2004). O docente escreve também obras de ensaio, teatro e ficção.

2018-03-02 15:50
Topo da Página