Acções do Documento

Mulherio das Letras assinala Dia Internacional da Mulher

Evento literário reúne, de 7 a 11 de março, escritoras, investigadoras, jornalistas e ativistas. Participam Maria Teresa Horta, Isabel do Carmo, Lídia Jorge, entre outras.

Escritoras incontornáveis no panorama da cultura portuguesa - e em língua portuguesa - do século XX vão animar um evento do CHAM: o I Mulherio das Letras - Portugal. Entre diversas personalidades intervêm Maria Teresa Horta (proposta pela Sociedade Portuguesa de Escritores como candidata ao Nobel da Literatura 2019), Isabel do Carmo, Lídia Jorge e Ana Paula Tavares.

Na iniciativa, que resulta de uma associação entre a NOVA FCSH e o Palácio de Baldaya, participam também cantoras e representantes de associações que trabalham ativamente na inserção das minorias: Renovar a Mouraria, com o Projecto WEMIN (Integração de mulheres migrantes), a Djass, associação de afro-descendentes, e a Amucip (Associação de Mulheres Ciganas Portuguesas).

O evento, organizado em ocasião das celebrações do Dia Internacional da Mulher, conta com palestras, comunicações e intervenções de mais de 30 mulheres e tem o objetivo de contribuir para a difusão da produção cultural e artística de autoria feminina.

A iniciativa insere-se nas atividades do grupo de investigação" História das Mulheres e do Género ", do CHAM, e é organizado por Elisabeth Olegário e Noemi Alfieri.

Informações adicionais e programa

2019-02-13 11:55
Topo da Página
classificado em: