Acções do Documento

ROSSIO com financiamento aprovado

A infraestrutura ROSSIO, que integra desde 2014 o RNIE e que, em 2016, se candidatou a um financiamento de cerca de 3 milhões de euros, obteve uma decisão favorável.

ROSSIO é uma infraestrutura portuguesa de investigação para as Ciências Sociais, Artes e Humanidades promovida por um consórcio coordenado pela FCSH/NOVA e que tem em Amélia Aguiar Andrade, do Departamento de História, a sua Investigadora Responsável. A docente sucede a Maria Fernanda Rollo, que concebeu o projeto e liderou a candidatura que permitiu, em 2014, a inserção da infraestrutura no Roteiro Nacional de Infraestruturas de Investigação de Interesse Estratégico para 2014-2020 e que, em 2016, se candidatou a um financiamento de cerca de 3 milhões de euros no âmbito do SAICT – Sistema de Apoio à Investigação Científica.

A principal missão do ROSSIO é a de agregar, organizar, interligar, contextualizar, enriquecer e difundir um universo ímpar de conteúdos digitais provenientes das atividades de investigação, repositórios, arquivos, bibliotecas, coleções de arte e bancos de dados pertencentes a um conjunto de instituições de referência reunidas em consórcio para realizar um plano de ação comum. A FCSH/NOVA assegura a componente científica da infraestrutura, proporcionando-lhe investigação, integrando os seus acervos de fontes primárias e secundárias e intermediando a disponibilização de conteúdos dos seus parceiros e os resultados do trabalho realizado ao longo de três décadas pelas suas unidades de investigação.

A FCSH/NOVA terá como instituições participantes neste empreendimento a Cinemateca Portuguesa-Museu do Cinema, a Direção-Geral do Património Cultural, a Fundação Calouste Gulbenkian, a Fundação Mário Soares, o Município de Lisboa, e o Teatro Nacional D. Maria II. Estas prestigiadas instituições vão disponibilizar um conjunto de fontes e recursos para a investigação em Ciências Sociais, Artes e Humanidades absolutamente ímpares e representativos da riqueza, património cultural, diversidade, história e sociedade portuguesa.

2017-03-20 15:10
Topo da Página