Acções do Documento

Catarina Marques Rodrigues vence Prémio Arco-Íris

Reportagem da antiga aluna da FCSH/NOVA sobre a vida no Colégio Militar distinguida nos prémios da ILGA Portugal.

Catarina Marques Rodrigues, jornalista licenciada em Ciência Política e Relações Internacionais pela FCSH/NOVA, venceu o Prémio Arco-Íris da ILGA, atribuído pela reportagem “A vida no Colégio Militar ‘Parece um Big Brother’”. O trabalho, publicado em abril no Observador, denuncia situações de discriminação de homossexuais na instituição, merecendo o “forte aplauso” da instituição de defesa dos direitos LGBT por ter permitido “o fim do tempo do silêncio” entre os jovens estudantes, afirma em comunicado.

Catarina Marques Rodrigues descreveu o galardão como “uma bomba extra de oxigénio no meio de uma maratona. Eu faço o meu caminho de qualquer maneira, e vou correr sempre aqueles quilómetros porque acredito no meu trabalho, mas receber este prémio dá uma energia extra para continuar com mais força”, acrescentou.

Na reportagem a jornalista demonstrou a existência de um ‘tabu’ intergeracional em torno da homossexualidade. A onda de indignação gerada pelo texto motivou uma posição forte do Ministro da Defesa e que foi seguida pelas demissões do Chefe do Estado-Maior do Exército e de vários elementos da direção do Colégio Militar.

Catarina Marques Rodrigues, atualmente na equipa de multimédia da RTP, é especializada nas questões de Direitos Humanos. Já na estação pública fez recentemente duas entrevistas exclusivas: uma com Mina Jaf, diretora da Women Refugee Route, e outra com Hanifi Karimi, presidente da associação Voices of Young Refugees.

2017-01-10 11:05
Topo da Página