Acções do Documento

Catarina Furtado na NOVA FCSH para combater a violência doméstica

Iniciativa reúne investigadores, artistas e políticos de vários quadrantes como Dalila Cerejo, Elza Pais, José Carlos Malato, Ana Rita Clara, Fernanda Freitas e Teresa Caeiro.

Catarina Furtado, apresentadora de televisão e embaixadora de Boa Vontade do Fundo das Nações Unidas para a População, marca presença na NOVA FCSH esta terça-feira (9) para o Encontro de Subscritoras(es) da Carta Aberta: Violência Doméstica e de Género.

O objetivo desta iniciativa, que acontece das 14h00 às 18h no Auditório 1, na Torre B da Faculdade, é constituir um espaço de debate que, de forma abrangente e diversa, contribua para soluções mais ajustadas às necessidades das vítimas e promova uma ação adequada e eficaz ao nível das políticas públicas nesta área, que possibilitem efeitos diretos e mais visíveis na segurança e proteção das vítimas, bem como na responsabilização dos agressores.

Este Encontro de Subscritores conta com várias conversas e debates, que reúnem políticos, académicos, artistas e jornalistas. Entre os muitos participantes nos vários painéis estão Dalila Cerejo (investigadora da NOVA FCSH), Elza Pais (deputada do PS e antiga aluna da NOVA FCSH), Ana Rita Clara (apresentadora), João Moleira (jornalista), José Carlos Malato (apresentador), Teresa Tavares (atriz), Fernanda Freitas (jornalista), Pedro Lucas (diretor da Men's Health), Teresa Caeiro (deputada do CDS-PP) e Mafalda Veiga (cantora).

A diversidade de convidados insere-se numa estratégia de "consciencialização e mobilização de diferentes atores sociais, opinion makers e intervenientes em matéria de prevenção", explica a organização.

Catarina Furtado tem apelado à participação dos seus seguidores nas redes sociais, convidando a que todos contribuam para "reunir medidas práticas para prevenir a violência doméstica" e, desta forma, dar sequência ao "caminho feito pela petição pública [e carta aberta]" que originou o encontro.

As inscrições para o evento decorrem neste formulário online.

Consulte aqui o programa completo:

14h00 – Receção e Registo
14h30 – Apresentação da Iniciativa
Catarina Furtado, Sandra Correia, Alice Frade e Elisabete Brasil
15h00 1.ª Conversa - “Prevenção, apoio, proteção e segurança das vítimas”
Dalila Cerejo (académica), Teresa Caeiro
(deputada), Rita Dias (cantora e compositora). Moderação de Ana Rita Clara (jornalista).
15h35 2.ª Conversa - ”Procedimentos e práticas profissionais: saúde, justiça e policias” 
Marlene Matos (académica), Elza Pais (deputada), Mafalda Veiga
(cantora e compositora). Moderação de João Moleira (jornalista).

INTERVALO

16h15 3.ª Conversa - “Agressores”
Rui Abrunhosa Gonçalves (académico), Sandra Cunha (deputada), José Carlos Malato (comunicador). Moderação de Fernanda Freitas (jornalista).

16h50 4.ª Conversa “Formação e especialização de profissionais para a intervenção” 
Mauro Paulino (académico), Sandra Pereira (deputada), Teresa Tavares (actriz). Moderação de Pedro Lucas (jornalista).

17h20 – Apresentação e aprovação de conclusões do Fórum e Encontro a remeter às entidades da Carta Aberta e Imprensa
Elisabete Brasil, Alice Frade, Catarina Furtado, Sandra Correia e Representante do Fórum da Sociedade Civil

17h45 Encerramento
Um minuto pela Não Violência – “Subscrevi a Carta porque...”

2019-04-08 19:45
Topo da Página
classificado em: