logotipo medievalista

 
   
 
Número 14 | Julho - Dezembro 2013 ISSN 1646-740X
 

IEM


TODOS OS NÚMEROS /
PREVIOUS ISSUES


EDIÇÃO / EDITORS

CONSELHO EDITORIAL / ADVISORY BOARD

ARBITRAGEM CIENTÍFICA 2012 / PEER REVIEWING 2012

WEB DESIGNER


CONTACTOS / CONTACTS

INSTRUÇÕES AUTORES /
AUTHOR’S INSTRUCTIONS


REVISTAS INTERNACIONAIS / RELATED PUBLICATIONS

CALL FOR PAPERS


A Revista Medievalista encontra-se incluída: LATINDEX (Directório e Enlace);
DIALNET

ISSN 1646-740X

logo FCSH

A Revista Medievalista é um Projecto desenvolvido com o apoio da

fct


 

 

 


Editorial.
Orgulhosamente acompanhados

 

A Equipa de Redacção

TEXTOCITAÇÃO imprimir PDF imprimir mail indice
 
 

O apelo à apresentação de artigos lançado pela Medievalista para os números 14 e 15 encontrou grande receptividade junto de estudiosos da Idade Média. De facto, chegou-nos um número muito significativo de trabalhos a submeter a arbitragem científica, com vista à sua publicação. Daí que, apesar de incluirmos agora um conjunto mais vasto de artigos do que é habitual, tenha ainda transitado para o próximo número um considerável leque de propostas recebidas pela Redacção.

A quantidade e a qualidade dos estudos que nos chegam e que são submetidos a arbitragem científica ilustram bem o alargamento da audiência de uma revista especializada que desde o seu início, em 2005 e sob a direcção de Luís Krus, sempre teve a ambição de se tornar num veículo de comunicação entre medievalistas, muito para além das fronteiras nacionais. Essa orientação tem sido mantida pela Redacção e pelos directores que se sucederam, e constitui um imenso estímulo verificar que tal objectivo tem vindo a ser cumprido, com o que isso significa de crescente reconhecimento do papel e do prestígio da Medievalista.

Tal como o anterior, também o presente número volta a reflectir essa realidade, com uma elevada colaboração de autores portugueses e estrangeiros. Merece “Destaque” o trabalho de Hilário Franco Júnior sobre o pensamento analógico da Idade Média. A secção de “Artigos” inclui estudos de Juan Carlos Arboleda Goldaracena sobre caridade e cristianismo na Andaluzia dos finais da Idade Média, de Sofia Lovegrove Pereira sobre a igreja de Santa Maria de Júnias, de Vera Santos sobre a necrópole rupestre do Alto do Calvário em Miranda do Corvo, de Luís Gethsemaní Pérez Aguilar sobre aspectos metodológicos do estudo do mundo rural andaluz, de Alejandro García Morilla sobre inscrições do convento de San Vicente de Villamayor de los Montes e de Anna Dzialak sobre Richeza, uma rainha polaca do século XI. Maria Leonor Botelho faz a recensão da dissertação de doutoramento de Maria Amélia Álvaro de Campos sobre Santa Justa de Coimbra, Elaine Cristine Farrell apresenta a sua tese de doutoramento defendida na Universidade de Dublin sobre conversão ao cristianismo e religião popular na Alta Idade Media irlandesa e Eduardo Henrik Aubert desenvolve uma oportuna reflexão em torno de um recente colóquio dedicado ao tema Pourquoi étudier le Moyen Âge au XXIe siècle?, cujas actas vieram a lume em 2012. Finalmente, a rubrica Varia insere ainda uma desenvolvida notícia da autoria de Alicia Miguélez Cavero e de Maria Alessandra Bilotta sobre a Conferência Internacional “Medieval Europe in Motion”, que teve lugar em Lisboa em Maio deste ano.

Num momento em que pairam incertezas sobre o presente e o futuro do Sistema Científico português e, nomeadamente, sobre a área das Ciências Sociais e das Humanidades, com as já conhecidas restrições orçamentais e com as anunciadas mudanças no figurino de financiamento das Unidades de Investigação, a Medievalista mantém o seu curso de procura do rigor e da qualidade historiográfica. Rigor que começa no respeito de uma estrita regularidade semestral; qualidade historiográfica que está patente no nível dos colaboradores e dos artigos publicados. Rigor e qualidade que, sendo objectivos últimos em si mesmos, constituem também a via que traçámos para projectar internacionalmente o medievalismos português.

Neste percurso, com os muitos nacionais ou estrangeiros que têm seguido o trajecto da Medievalista, com aqueles que connosco têm colaborado e nos confiam os seus trabalhos, com os que compreendem a importância de uma revista científica e interdisciplinar, aberta, actualizada e crítica, especializada em estudos medievais e editada em Portugal mas reconhecida internacionalmente, com esses e com muitos mais a quem queremos chegar no futuro próximo, tudo faremos para continuarmos orgulhosamente acompanhados.

florao cinz COMO CITAR ESTE ARTIGO topo home
   
 

Referência electrónica:

"Editorial. Orgulhosamente acompanhados". Medievalista [Em linha]. Nº14,
(Julho - Dezembro 2013). [Consultado dd.mm.aaaa]. Disponível em
http://www2.fcsh.unl.pt/iem/medievalista/MEDIEVALISTA14/editorial1401.html

ISSN 1646-740X

florao cinz   topo home