Acções do Documento

Concurso Nacional de Acesso

 

A candidatura ao ensino superior público é feita anualmente através de um concurso nacional organizado pela Direcção-Geral do Ensino Superior (DGES).


Condições de acesso

Para concorrer é necessário:

- Ser titular de um curso de ensino secundário, ou de habilitação legalmente equivalente;

- Realizar, ou ter realizado nos últimos dois anos, os exames nacionais correspondentes às provas de ingresso exigidas para os diferentes cursos e instituições a que vai concorrer;

- Realizar os pré-requisitos se forem exigidos pela instituição para o curso a que vai concorrer.

Em relação a cada par instituição/curso deve ser obtida em cada prova de ingresso, bem como na nota de candidatura, uma classificação igual ou superior à mínima fixada, no nosso caso de 9,5 valores.

Os candidatos podem concorrer às várias fases do concurso, que são três.

Contudo, aos estudantes colocados na 1.ª fase que concorram à 2.ª fase e nela sejam colocados é automaticamente anulada a colocação na 1.ª fase e, consequentemente, a matrícula e inscrição realizadas.

De igual modo, aos estudantes colocados nas 1.ª ou 2.ª fases que concorram à 3.ª fase e nela sejam colocados é automaticamente anulada aquela colocação e, consequentemente, a matrícula e inscrição realizadas.

Na 1.ª fase do concurso nacional as vagas fixadas para cada curso em cada Instituição de ensino superior são distribuídas por um contingente geral e por contingentes especiais:

- Candidatos oriundos dos Açores

- Candidatos oriundos da Madeira

- Candidatos emigrantes portugueses e familiares que com eles residam

- Candidatos militares em regime de contrato

- Candidatos portadores de deficiência física ou sensorial

Nas 2.ª e 3.ª fases existe apenas um contingente.

 

Provas de Ingresso

Curso

Prova de Ingresso

Vagas

(2018/2019)

Nota do último colocado

(2017/2018)

Antropologia

Biologia e Geologia ou História ou Português

45

12,35

Arqueologia

História ou História da Cultura e das Artes ou Português

27

12,00

Ciência Política e Relações Internacionais

Economia ou Filosofia ou História ou Português

70

16,95

Ciências da Comunicação

Economia ou Filosofia ou História ou Português

80

16,85

Ciências da Linguagem

Filosofia ou Inglês ou Literatura Portuguesa ou Português

20

12,85

Ciências Musicais

História da Cultura e das Artes ou Matemática ou  Português

45

12,05

Estudos Portugueses

Filosofia ou Latim ou Literatura Portuguesa ou Português

20

10,40

Filosofia

Filosofia ou História ou Matemática Aplicada às Ciências Sociais ou Português

25

13,80

Geografia e Planeamento Regional

Geografia ou História ou Português

60

13,20

História

Filosofia ou História ou História da Cultura e das Artes ou Português

45

14,80

História da Arte

Filosofia ou História da Cultura e das Artes ou História ou Português

40

11,85

Línguas, Literaturas e Culturas

Alemão ou Espanhol ou Francês ou Inglês

75

14,15

Sociologia (diurno/pós-laboral)

Filosofia ou Geografia ou História ou Português

55 – Diurno

25 – Pós-laboral

14,00

12,85

Tradução

Alemão ou Espanhol ou Francês ou Inglês

60

15,60

 

A leitura desta informação não dispensa a consulta do sítio da DGES.

 

Calendarização

De 18 de julho a 7de agosto

Apresentação da candidatura à 1.ª fase do concurso nacional de acesso ao ensino superior.

Em 10 de setembro

Divulgação dos resultados da 1.ª fase do concurso nacional de acesso ao ensino superior.

De 10 a 14 de setembro Matrícula e inscrição nas instituições de ensino superior dos candidatos colocados na 1.ª fase do concurso nacional.

De 10 a 21 de setembro

Apresentação da candidatura à 2.ª fase do concurso nacional de acesso ao ensino superior.

Em 27 de setembro

Divulgação dos resultados da 2.ª fase do concurso nacional de acesso ao ensino superior.

 

A leitura desta informação não dispensa a consulta do Calendário do Concurso Nacional de Acesso ao Ensino Superior 2018.

 

Propinas

1. Propina anual: 1063,47€

2. Modalidades de pagamento:

a) Pagamento total da propina no ato de inscrição, no valor de 1063,47€;

b) Em duas prestações: a primeira, no valor de 531,74€, a pagar no ato da inscrição e a segunda, no valor de 531,73€, até ao dia 31 de março de 2017;

c) Em sete prestações: Dentro dos prazos estipulados, como indicado seguidamente:

PrestaçõesValor em euros (€)Data limite de pagamento
1.ª prestação 151,92€ No ato da inscrição
2.ª prestação 151,92€ outubro de 2018
3.ª prestação 151,92€ novembro 2018
4.ª prestação 151,92€ janeiro de 2019
5.ª prestação 151,92€ fevereiro de 2019
6.ª prestação 151,92€ março de 2019
7.ª prestação 151,92€ abril de 2019

 

Consultar:

Emolumentos em vigor

Despacho n.º 27/2016 - Isenções à tabela de emolumentos

Despacho n.º 22/2017 - Normas orientadoras relativas à inscrição, pagamento de propinas, taxas e emolumentos na NOVA FCSH

Despacho n.º 26/2018 - Valores das Propinas, modalidades e prazos de pagamento para o ano letivo 2018/2019

Pagamento faseado de propinas

Fica a conhecer as nossas vantagens!

 


Topo da Página