Acções do Documento

“Casas com Escritos - Uma História da Habitação em Lisboa”

Margarida Acciaiuoli, professora catedrática de História da Arte, lança publicação sobre a expansão e alterações dos bairros e casas da capital.

Casas com Escritos - Uma História da Habitação em Lisboa” é a última publicação de Margarida Acciaiuoli, docente do Departamento de História da Arte, obra que nos apresenta a evolução da habitação em Lisboa.

Em 1755 um terramoto destruiu Lisboa e uma nova cidade nasceu com prédios de habitação coletiva, onde os lisboetas se abrigaram refazendo as suas vidas. Mas será que o modelo de casa instituído pelo Marquês de Pombal, no século XVIII, mudou assim tanto ao longo do tempo?

E o que mudou? A sua estrutura? A forma como nos relacionamos com ela ou o modo como a decoramos?

Não há dúvida de que o enquadramento legal da posse da casa se alterou. Durante séculos, Lisboa foi essencialmente uma cidade de inquilinos e poucos eram aqueles que se poderiam considerar proprietários dos andares que habitavam. Quem desejava ter uma habitação percorria os bairros e as ruas da cidade procurando os prédios que tinham «escritos» nas janelas, o que significava que, nesse edifício, haveria uma casa para alugar – justificando assim o título do livro.

Porém, no século XX, esse costume secular desaparece, desaparecendo também os candidatos a inquilinos, uma vez que Lisboa se torna uma cidade de pequenos proprietários. Como se deu e o que determinou uma tão ampla alteração?

São estas e muitas outras questões as abordadas nesta obra, que nos guia pelo crescimento, expansão e alterações da cidade de Lisboa, dos seus bairros e suas casas.

Outras obras da mesma autora são as “Exposições do Estado Novo, 1934-1940” (Livros Horizonte, 1998), “Fernando Lemos” (Editorial Caminho, 2005), “Os cinemas de Lisboa” (Bizâncio, 2011) e “António Ferro” (Bizâncio, 2013).

2016-01-02 01:25
Topo da Página