Faces de Eva. Centro de Estudos sobre a Mulher é uma unidade de investigação criada na Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa. Teve como antecedente um Projecto de Investigação com o mesmo nome, sediado no Instituto Pluridisciplinar de História das Ideias da mesma Faculdade. O alargamento do núcleo inicial pelo ingresso de novos membros e a sua crescente especialização justificava a existência de um Centro com estrutura adequada. Proposta e aprovada a sua criação na reunião da Comissão Coordenadora do Conselho Científico realizada no dia 3 de Maio de 2001, teve desde então estatutos próprios que definiam a sua área epistemológica específica, assim como os objectivos que pretendia alcançar mediante acções concertadas de investigação, de formação e de divulgação.

Não tendo sido por acaso que nasceu sob o signo da pluridisciplinaridade, o Centro manteve a opção inicial, promovendo uma total abertura tanto na admissão de graduadas e de graduados nas diversas áreas de saber, como na colaboração solicitada a especialistas com diversa formação de base. E assim tornou sua a concepção de que a transversalidade constituiu não só um enriquecimento, mas é também faceta fundamental desta área de saber. A mulher esteve sempre presente na sociedade de múltiplas formas, sem que a sociedade guardasse a memória do seu contributo, que por ter sido silenciado não foi menos real. Só a transversalidade, resolvida na pluralidade das abordagens, a podia descobrir onde quer que ela se encontrasse.

Consciente desta realidade e no intuito de lembrar o que estava esquecido, o Centro chamou a si a tarefa de elaborar um Dicionário no Feminino. Aqui, um sem número de mulheres “libertam-se da lei da morte” porque, não só os nomes ignorados como os menos lembrados daquelas que participaram activamente na vida da sociedade do seu tempo, iriam constar das suas páginas. O mesmo acontecia com as instituições que elas fundaram, os periódicos que editaram, as iniciativas a que deram corpo. O contributo desta publicação como instrumento de trabalho para quem se quiser debruçar sobre o modo e a forma da presença das mulheres no mundo que as rodeava e que não raras vezes lhes era adverso não deixa dúvidas.

Idêntico objectivo – dar a conhecer – preside ao projecto editorial da Revista que o Centro edita semestralmente. Intitulada Faces de Eva . Estudos sobre a mulher, transmite em estudos e noutros textos os resultados de investigações realizadas por autores ligados ou não ao Centro e distribuídos por secções intituladas Entrevistas, Retratos, Toponímia, Pioneiras, Estado da Questão, Notícias. A Revista coloca, assim, nas mãos dos leitores a possibilidade de conhecerem uma realidade do presente e do passado, que por vezes lhe escapa, mas que não é por isso menos real. Apraz registar que o nº. 5 recebeu o Prémio Divulgação Elina Guimarães atribuído pelas ONG’s do Conselho Científico da CIDM.

O Centro não ignora que aprofundar os conhecimentos exige estudo e investigação, assim como implica dialogar e divulgar, ensinar e aprender. Para dar resposta a estas múltiplas implicações, realizou um primeiro Colóquio em 1999. Dedicado a Leonor da Fonseca Pimentel (“a portuguesa de Nápoles”, ali considerada como uma heroína, mártir da liberdade, aqui esquecida) no bicentenário da sua morte, juntou por nossa iniciativa um primeiro grupo de intervenientes. Em Maio de 2001 realizou, com êxito, o 1º Curso Livre intitulado Falar de mulheres. Da igualdade à paridade. Em 2003 realizou no mesmo mês o 2º Curso Livre que, sob o mesmo título genérico, privilegiou a História e Historiografia. Este ano, também no mesmo mês, vai realizar o 3º Curso Livre privilegiando o Género e a Memória.

Por último, uma notícia a muitos títulos gratificante encerra o conjunto de actividades do Centro. Trata-se da abertura no ano lectivo (2003-2004) do 1º Curso de Pós-graduação em Estudos sobre a Mulher. As mulheres na Sociedade e na Cultura, numa iniciativa conjunta do Centro e da FCSH. As mulheres serão a sua referência, e a transversalidade o seu caminho. A universalidade da formação de base (licenciatura), conjuga-se com a possibilidade do curso poder ser frequentado para obtenção de grau académico ou em regime de curso livre (sem exigência de avaliação). Com esta iniciativa, o Centro de Estudos sobre a Mulher e a Faculdade de Ciências Sociais e Humanas /UNL dão os primeiros passos num caminho há muito iniciado pelas mais célebres Universidades da Europa e da América.

Outras iniciativas estão ainda no mundo dos sonhos... Em breve se hão-de concretizar...

                                                                                                



 

Alexandra Luís
Ana Oliveira
Catarina Inverno
Cristina Duarte
Daniel Matias
Elisabeth Nunes
Eva-Maria von Kemnitz
Ilda Abreu
Irene Tomé
Isabel Baltazar
Isabel de Jesus
Ivone Leal
Joana Henriques
João Esteves
Margarida Caeiro
Maria do Céu Borrêcho
Maria Emília Stone
Maria Reynolds de Souza
Marília de Freitas
Natividade Monteiro
Paulo Guinote
Regina Tavares da Silva
Rita Mira
Sandra Leandro
Susana Câmara
Virgínia Dias
Zília Osório de Castro

































Para mais detalhes sobre os elementos da equipa e os seus contactos;
veja a página Quem Somos .

Última actualização do sítio:
Março de 2013








Página Principal | Quem Somos | Colóquios | Base de Dados | Novidades | Revista | Publicações | Dicionário | Arquivo | Contactos
Copyright Faces de Eva - Centro de Estudos sobre a Mulher - UNL | Desenvolvido por CITI - UNL