Acções do Documento

Primatologia e Conservação

Início: 10 de julho

Datas: 10 a 12 de julho | dias úteis das 9h00 às 14h00 | Sala T10 - Torre B

Docente Responsável: Tânia Minhós

Docentes: Amélia Frazão-Moreira, Kimberley Hockings

Áreas: Sociedade, Ambiente e Território

 

 

Objetivos

Este curso tem como principal objetivo dar a conhecer aos participantes as características biológicas dos primatas não-humanos que os tornam espécies tão emblemáticas mas ao mesmo tempo tão vulneráveis à extinção. Serão abordados os factores que mais contribuem para o acentuado declínio destas espécies, assim como explorados os diversos papéis que as comunidades humanas locais desempenham na sua conservação. Pretende-se demonstrar a necessidade de aplicar uma abordagem multidisciplinar à conservação de populações naturais de primatas, de forma a assegurar a sua viabilidade a longo prazo.

 

Programa

Evolução, diversidade e socio-ecologia dos primatas não-humanos; Alterações ambientais e ameaças à sua sobrevivência; Tipos e natureza das interações entre primatas não-humanos e humanos; Genética aplicada à conservação de primatas; Estratégias de conservação; Metodologias interdisciplinares de investigação em Primatologia.

 

Bibliografia

Colishaw G. & Dunbar R. - Primate Conservation Biology. Chicago. Chicago University Press, 2000.

Ferreira da Silva, M. J., Minhos, T., Sa, R. M., & Bruford, M. W. - Using genetics as a tool in primate conservation. Nature Education Knowledge, 3(10), 89, 2012.

Fuentes, A., & Hockings, K. J. - The ethnoprimatological approach in primatology. American Journal of Primatology, 72(10), 841-847, 2010.

Strier,K.B. - PrimateBehavioralEcology.Boston.MA:AllynandBacon, 2000.

 

___________________________________

Tânia Minhós Departamento de Antropologia, Faculdade de Ciências Sociais e Humanas, Universidade NOVA de Lisboa (NOVA FCSH). CRIA, pólo NOVA FCSH - Centro em Rede de Investigação em Antropologia.
Área de Investigação: Primatologia, Socio-ecologia, Conservação
Graus Académicos
2008-2012 – Doutoramento (área da Antropologia Biológica), Cardiff School of Biosciences, Reino Unido.
2005-2007 – Pós-gaduação em Biodiversidade e Recursos Genéticos, Faculdade de Ciências, Universidade do Porto. Classificação: 16
1999-2004 – Licenciatura em Biologia (vertente Animais Terrestres), Faculdade de Ciências, Universidade de Lisboa. Classificação: 15
Situação Profissional Atual e Anterior
Professora Auxiliar Convidada
Setembro 2015 – presente; Departamento de Antropologia, NOVA FCSH
Investigadora de Pós-doutoramento
Fevereiro 2013 – Setembro 2015; IGC - Instituto Gulbenkian da Ciência, Oeiras, Portugal and CAPP – Centro de Administração e Políticas Públicas; Projecto: “Effect of habitat loss on population viability of three sympatric
primate species: evidence from neutral, selective markers and parasite infection”

Amélia Frazão-Moreira é doutorada em Antropologia Social pelo ISCTE (2000) e professora auxiliar do Departamento de Antropologia da NOVA FCSH (desde 2001). É investigadora integrada no CRIA, pólo NOVA FCSH - Centro em Rede de Investigação em Antropologia. As suas áreas de especialização são: Antropologia do Ambiente, Etnobiologia e Etnoecologia. Tem coordenado e participado em diferentes projetos, realizando estudos e publicações sobre as relações cultural e historicamente construídas entre humanos, não-humanos e ambiente, perspetivando racionalidades sociais, processos de turistificação e programas de conservação da natureza, em contextos portugueses e africanos (Mauritânia, Guiné-Bissau e Moçambique).

Topo da Página