Legislação e Regulamentos

Formação de Professores:

Regulamento Interno dos Mestrados em Ensino da FCSH

  • Regulamento interno em vigor em 2014-15 [com link para o documento em anexo, após aprovação];
  • Regulamento interno em vigor a partir de 2015-16 (disponível a partir de Maio/Junho de 2015, após creditação de todos os cursos pela A3ES).

Outros documentos de interesse para os mestrados de ensino

NOTA: O texto do despacho da srª Subdirectora-Geral dos Recursos Humanos da Educação diz:

“Candidatos que possuam uma licenciatura com a componente de Espanhol, constituída por 6 disciplinas semestrais e/ou um mínimo de 36 ECTS de língua espanhola.

Ou

Candidatos profissionalizados ou detentores de habilitação própria que possuam formação adicional constituída por 6 disciplinas semestrais e/ou um mínimo de 36 ECTS de língua espanhola, obtidas no âmbito de curso de nível superior.”

O “e/ou” faz subentender que 6 disciplinas (quaisquer que sejam) na área de Espanhol são suficientes  para poder cumprir este desígnio. Não confundir com qualquer obrigação de obter 36 ECTS a língua espanhola para se poder leccionar nestas condições, regra que não está aí instituída nem podia estar. Assim, os mestrandos da FCSH não têm que se preocupar com o facto de as disciplinas de Espanhol aqui serem contabilizadas com 4 ECTS e totalizarem 24 ECTS; a restante formação em linguística, cultura e literatura espanholas também é válida. O despacho não devia ter criado esta ambiguidade, pois a atribuição de um valor de ECTS à língua estrangeira não é competência de governantes mas dos órgãos competentes das instituições de ensino superior, até porque não há um valor único para a língua estrangeira no espaço universitário português (e europeu); porém, o despacho foi emitido e devemos interpretá-lo no sentido indicado aqui.

 

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *