Bibliografia


Livros de autor publicados
  1. Normas para Apresentação de Trabalhos Científicos, Presença, Lisboa, 1995a (9ª ed. revista e actualizada em 2012).
  2. Textualidade – Uma Introdução, Presença, Lisboa, 1995b.
  3. Iniciação aos Mistérios da Poesia de Sophia de Mello Breyner Andresen, Vega, Lisboa, 1996. (Nova edição de autor revista: 2011, ISBN: 978-1-4709-6779-6.)
  4. De Punho Cerrado – Ensaios de Hermenêutica Dialéctica da Literatura Portuguesa Contemporânea, Cosmos, Lisboa, 1997. (Nova edição de autor revista, 2010, ISBN: 978-1-4467-3683-8.)
  5. O Que É Afinal o Pós-Modernismo?, Edições Século XXI, Lisboa, 1998. (Nova edição de autor revista, 2010, ISBN: 978-1-4461-2425-3.)
  6. A Literatura Ensina-se? – Estudos de Teoria Literária, Colibri, Lisboa, 1999. (Nova edição de autor revista: 2011, ISBN: 978-1-4710-2277-7.)
  7. O Que É Ser Professor de Literatura? Edições Colibri, Lisboa, 2002.
  8. Comparative Readings of Poems Portraying Symbolic Images of Creative Genius: Sophia de Mello Breyner Andresen, Teixeira de Pascoaes, Rainer Maria Rilke, John Donne, John of the Cross, Edward Young, Lao Tzu, William Wordsworth, Walt Whitman, The Edwin Mellen Press, Lewiston, Queenston e Lampeter, 2002.
  9. Sexualidade e Literatura – Ensaios sobre Eça de Queirós, Cesário Verde, Almada Negreiros e Alexandre O’Neill, Edições Colibri, Lisboa, 2003. (Nova edição de autor revista: 2011, ISBN: 978-1-4710-3322-3.)
  10. O Estranho Caminho de Delfos: Uma Leitura da Poesia de Sophia de Mello Breyner Andresen, Vega, Lisboa, 2003. (Nova edição de autor revista: 2011, ISBN: 978-1-4709-8723-7.)
  11. A Construção do Romance ­– Ensaios de Literatura Comparada no Campo dos Estudos Anglo-Portugueses, Almedina, Coimbra, 2007.
  12. O Professor na Caverna de Platão: As Recentes Políticas para a Formação de Professores em Portugal e o Futuro da Profissão, Caleidoscópio, Casal de Cambra, 2010.
  13. The Profession of Teaching Literature: A Portuguese Professor Reflects on the Pedagogical Goals, Profissão de Professor de Literatura, The Edwin Mellen Press, Lewiston, Queenston e Lampeter, 2013. ISBN-10:0773445404 | ISBN-13: 978-0773445406
Livros em co-autoria
  1. Maria Leonor Carvalhão Buescu e Carlos Ceia, Português A – 10ºano, Texto Editora, Cacém, 1997 (3ªed., 2000).
  2. Maria Leonor Carvalhão Buescu e Carlos Ceia, Português B – 11º Ano, Texto Editora, Cacém, 1998a.
  3. Maria Leonor Carvalhão Buescu e Carlos Ceia, Português A – 11º Ano, Texto Editora, Cacém, 1998b (3ªed., 2000).
  4. Maria Leonor Carvalhão Buescu e Carlos Ceia, Português A – 12º Ano, Texto Editora, Cacém, 1999 (3ªed., 2000).
  5. Carmen Muñoz, Luísa Araújo e Carlos Ceia, Aprender uma Segunda Língua, Fundação Francisco Manuel dos Santos, Porto Editora, Porto, 2011.
Livros como editor ou organizador
  1. E-Dicionário de Termos Literários (org.), versão electrónica disponível em <http://www.edtl.com.pt> [2005; 2º ed. revista, aumentada e electronicamente actualizada em 2010]. [ISBN: 989-20-0088-9]
  2. Novos Caminhos da História e da Cultura, coord. de Carlos Ceia e Isabel Lousada, Actas do 27º Encontro da APEAA, Carcavelos, 27-28 de Abril de 2006, Faculdade de Ciências Sociais e Humanas e Centro de Estudos Anglo-Portugueses, Lisboa, 2007. [ISBN 978-989-95347-0-4]
  3. Estudos Anglo-Portugueses – Livro de Homenagem a Maria Leonor Machado de Sousa, coord. de Carlos Ceia, Isabel Lousada e Maria João da Rocha Afonso, Edições Colibri, Faculdade de Ciências Sociais e Humanas e Centro de Estudos Anglo-Portugueses, Lisboa, 2008. [ISBN: 972-772-409-4]
  4. Talent Will Rise – Ensaios de Literatura Inglesa Contemporânea (2005-2013), Edição de autor, 7ª edição, 2015. [ISBN: 978-1-4461-6843-1]
  5. Letras & Ciências: As Duas Culturas de Filipe Furtado – Livro de Homenagem; Organizadores: Carlos Ceia, Miguel Alarcão e Iolanda Ramos, Caleidoscópio, Casal de Cambra, 2009. [ISBN: 978-989-658-031-5]
  6. Angry Young Postmodernism – Ensaios sobre o Pós-modernismo na Literatura e na Cultura Anglo-Americanas, organizado e supervisionado por Carlos Ceia, Edição de autor, 2ª edição, 2011 [ISBN: 978-1-4461-8439-4]
  7. José Baptista de Sousa: Almeida Garrett (1799-1854), Founder of Portuguese Romanticism: A Study in Anglo-Portuguese Cultural Interaction, The Edwin Mellen Press, The Edwin Mellen Press, Lampeter, [Com prefácio da minha autoria]
Artigos publicados
  1. “A leitura do texto literário pela banda desenhada numa perspectiva didáctica”, Aprender – Revista da Escola Superior de Educação de Portalegre, nº 9, 1989.
  2. “Uma abordagem didáctica do caminho casa/escola – Um itinerário pedagógico permanente”, Aprender – Revista da Escola Superior de Educação de Portalegre, nº 11, 1990.
  3. “Vadiando com Agostinho da Silva”, Entrevista publicada em 5 números, Fonte Nova – Semanário da Região de Portalegre, Maio-Junho de 1990.
  4. “Acordo ortográfico: con(a)cordo… ou talvez não”, Fonte Nova – Semanário da Região de Portalegre, 14-3-1991.
  5. “Professor, o presbítero”, Fonte Nova – Semanário da Região de Portalegre, 7-3-1991.
  6. “Para a sociologia das telenovelas”, Fonte Nova – Semanário da Região de Portalegre, 7-11-1991.
  7. “Dos equívocos e dos erros da PGA”, Fonte Nova – Semanário da Região de Portalegre, 5-3-1992.
  8. “Do fundamentalismo na cultura portuguesa de hoje”, Fonte Nova – Semanário da Região de Portalegre, 21-5-1992.
  9. “A propósito do medo da palavra rentabilizar – o problema linguístico”, Fonte Nova – Semanário da Região de Portalegre, 25-6-1992.
  10. “Editorial sobre a educação”, Fonte Nova – Semanário da Região de Portalegre, 14-10-1993.
  11. “A poesia incoerente de José Duro”, A Cidade – Revista Cultural de Portalegre, nº 9 (Nova Série), 1994.
  12. “A hermenêutica crítica da religião no século XIX português – O anticlericalismo de Antero de Quental e Eça de Queirós ou a procura de uma fenomenologia da atitude religiosa”, Tessarae – Journal of Iberian and Latin-American Studies, nº 1, Cardiff, vol.1, nº1, 1994.
  13. “Os turistas da inteligência e o bastonário da educação”, Fonte Nova – Semanário da Região de Portalegre, 6-1-1994.
  14. “Monólogo crítico – Nos 50 anos de vida literária de Sophia de Mello Breyner Andresen”, Colóquio-Letras, nº132/133, 1994.
  15. “A antecipação da morte na poesia de Carlos de Oliveira”, Vértice, nº 65, 1995.
  16. “A campanha de difamação dos professores universitários”, Fonte Nova – Semanário da Região de Portalegre, 6-7-1995.
  17. “Apolo que floresce e Diónisos que passa – O espírito grego na poesia de Sophia de Mello Breyner Andresen”, Dedalus, nº5, 1995.
  18. “A situação do ensino superior em Portugal”, Fonte Nova – Semanário da Região de Portalegre, 27 -7-1995.
  19. “A scientia sexualis de Cesário Verde”, Revista da Faculdade de Ciências Sociais e Humanas, nº8, 1995.
  20. “A propósito do ensino da literatura”, Fonte Nova – Semanário da Região de Portalegre, 12-10-1995.
  21. “A interpretação errónea do Símbolo em O Anti-Cristo de Gomes Leal”, Colóquio-Letras, nº135/136, 1995.
  22. “A natureza da filomitologia de Sophia”, O Escritor, nº6, 1996.
  23. “Sobre o pós-modernismo na cultura portuguesa”, Vértice, II Série, nº71, 1996.
  24. “A (des)construção da tese messiânica de Guerra Junqueiro no poema Pátria”, Revista da Faculdade de Ciências Sociais e Humanas, nº9, 1996.
  25. “A quem compete formar professores para o 3º Ciclo do Ensino Básico?”, Fonte Nova – Semanário da Região de Portalegre, 31-10-1996.
  26. “Que formação de professores queremos?”, Jornal de Letras, 4-12-1996.
  27. “A Luxúria como obra de arte vanguardista em dois poemas de Almada Negreiros”, O Escritor, nº 9, 1997.
  28. ”A dialéctica do desejo n’ O Crime do Padre Amaro”, Anais do III Encontro Internacional de Queirosianos, São Paulo: 1995, Universidade de São Paulo, 1997.
  29. “A construção da Cidade Hipodâmica na poesia de Sophia de Mello Breyner Andresen”, in O Sentido que a Vida Faz: Estudos para Óscar Lopes, Campo das Letras, Porto, 1997.
  30. “Nota sobre o conceito literário de spleen”, Revista de Estudos Anglo-Portugueses, nº 6, 1997.
  31. “Os desencantos de Orfeu na poesia de Sophia de Mello Breyner Andresen”, Vértice, nº 81, 1997.
  32. “A Questão do Cânone Literário: da Teoria aos Programas Curriculares” (Ciberkiosk, nº 2, Junho 1998).
  33. “As fracturas do tempo délfico na poesia de Sophia de Mello Breyner Andresen”, Revista da Faculdade de Ciências Sociais e Humanas, nº11, 1998.
  34. “Sobre o paradigma político pós-moderno”, in Actas do V Congresso da Associação Internacional de Lusitanistas (Oxford, 1996), Oxford e Coimbra, 1998.
  35. “Especulações sobre o prazer da Mulher em dois poemas de Alexandre O’Neill (‘Desenquadros: mulher consentindo em dar prazer’ e ‘Desenquadros: mulher procurando o seu prazer’“) (Ciberkiosk, nº3, Setembro 1998).
  36. “A paródia como paradigma pós-moderno”, PERC, nº 2, Rio de Janeiro, 1998.
  37. “Sobre o conceito de alegoria”, Matraga, nº 10, Programa de Pós-Graduação do Instituto de Letras da UERJ, Rio de Janeiro, 1998.
  38. “Antifundacionalismo, retórica e ensino da literatura”, Ciberkiosk, nº4 (Dezembro de 1998).
  39. “Vai alto o romance: O Meu Anjo Catarina, de Alexandre Pinheiro Torres (1998)”, Ciberkiosk, nº 4 (Dezembro de 1998).
  40. “A experimentação modernista em Nome de Guerra, de Almada Negreiros, e Ulysses, de James Joyce”, Ciberkiosk, nº 5 (Março de 1999).
  41. “Do profissionalismo na crítica literária”, PERC, Rio de Janeiro, nº 5, 1999.
  42. “[Alexandre Pinheiro Torres] Mestre de Sabedoria”, Jornal de Letras, 11-8-1999.
  43. “A alteração à lei de bases do sistema educativo e a formação de professores nas universidades”, SNESup Informação, nº 52, 1999.
  44. “Primódios da Ficção Intelectual: A Correspondência de Fradique Mendes”, Queirosiana, nº 9, 1999.
  45. “Vai alto o romance: O Meu Anjo Catarina, de Alexandre Pinheiro Torres”, in Fiction in the Portuguese-speaking World, ed. by Charles M. Kelley, University of Wales Press, Cardiff, 2000.
  46. “Hermenêutica Humanista de O Evangelho Segundo Jesus Cristo, de José Saramago”, in Fiction in the Portuguese-speaking World, ed. by Charles M. Kelley, University of Wales Press, Cardiff, 2000.
  47. Tristram Shandy e Viagens na Minha Terra: Paradigmas da metaficção”, Scripta, Belo Horizonte, 2000.
  48. Carta a meu mestre de sabedoria[sobre Alexandre Pinheiro Torres], Amarante Municipal, nº 2, Dezembro, 2000.
  49. “Acabar de vez com a literatura”, Jornal de Letras, 16-5-2001; Jornal A Página da Educação, nº 103, Junho de 2001.
  50. “Delimitação do campo de estudos literários anglo-portugueses”, Actas do I Congresso Internacional de Estudos Anglo-Portugueses, Lisboa, 6-8 de Maio de 2001.
  51. “A Construção do Porta-fólio da Prática Pedagógica: um modelo dinâmico de supervisão e avaliação pedagógicas”, INAFOP Jornal, 2001.
  52. “O Ensino do Português: O papel dos professores”, Jornal de Letras, 26-12-2001.
  53. “A construção do ficcionismo na literatura”, Actas do XXI Encontro da Associação Portuguesa de Estudos Anglo-Americanos, 6-8 de Abril de 2000, Viseu, 2002.
  54. “A adopção do sistema de créditos ECTS e a reforma curricular das licenciaturas na Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa”, Revista do Sindicato Nacional do Ensino Superior, nº 4, 2002.
  55. “Que acreditação de cursos para o Ensino Superior?”, Revista do Sindicato Nacional do Ensino Superior, nº 5, 2002.
  56. “As reformas necessárias na formação de docentes”, Público, 3-9-2002.
  57. “A identidade do professor na perspectiva social”, II Jornadas de Educação: “Da escola que temos à escola que queremos”, Boletim do Centro de Recursos da Câmara Municipal de Santa Maria da Feira, 2002.
  58. “As reformas necessárias nos cursos de formação de professores”, Revista do SNEsup, nº 7, 2002.
  59. “Que acreditação/avaliação de cursos no Ensino Superior?”, Conferência “Acreditação/Avaliação versus Ordens Profissionais”, Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade Nova de Lisboa, 20-11-2002, publicado na Revista do SNESup, nº 8, Janeiro de 2003.
  60. “O que é que ensinamos quando ensinamos literatura? – Fundamentação da didáctica anti-essencialista da literatura”, Livro de Homenagem à Professora Maria Leonor Carvalhão Buescu, Lisboa, 2001; in Professores de Português: Quem Somos? Quem Podemos Ser?, Associação de Professores de Português e Escola Superior de Educação de Lisboa, 2003.
  61. “A construção do romance experimental modernista: Ulysses (1922), de James Joyce e Nome de Guerra (1938), de Almada Negreiros”, in Estudos Anglo-Portugueses – Livro de Homenagem a Maria Leonor Machado de Sousa, coord. de Carlos Ceia, Isabel Lousada e Maria João da Rocha Afonso, Edições Colibri, Faculdade de Ciências Sociais e Humanas e Centro de Estudos Anglo-Portugueses, Lisboa, 2003.
  62. “Ser professor de literatura”, in Cristina Mello et alii (coord.). Didáctica das Línguas e Literaturas em Portugal: Contextos de Emergência, Condições de Existência e Modos de Desenvolvimento. Actas do I Encontro da SPDLL (15-16 de Fevereiro de 2002), Pé de Página, Coimbra, 2003.
  63. “Para além do princípio do realismo no romance distópico: Gravity’s Rainbow (1973), de Thomas Pynchon e O Meu Anjo Catarina (1998), de Alexandre Pinheiro Torres”, Correntes d’Escritas, nº 3, Póvoa do Varzim, 2004.
  64. “A autonomia das universidades no acesso ao Ensino Superior”, A Página da Educação, nº 139, Novembro de 2004.
  65. “Deuses que Vivem para Além da Morte: A Abordagem dos Mitos Gregos na Poesia de Sophia de Mello Breyner Andresen”, Faces de Eva, nº 13, 2005.
  66. “A reescrita hipertextual da História no romance pós-moderno”, Actas do º Congresso Internacional de Teoria da Literatura e Literaturas Lusófonas, Universidade do Minho, Braga, 02 a 04 -12-2004, Almedina, Coimbra, 2005.
  67. “A reconstrução da formação inicial de professores de línguas estrangeiras no novo espaço europeu: o sistema europeu de transferência de créditos (ECTS), o student-oriented curriculum, a transversalidade disciplinar e o sistema de benchmarking de avaliação de cursos” (Actas do 1º Encontro Nacional de Formadores do Ensino Superior de Professores de Línguas Estrangeiras, Faculdade de Letras (FLUP), 15-17 Novembro 2004, Porto Editora, Porto, 2005.
  68. “O défice de qualidade da formação inicial de professores”, Educare- Portal da Educação, 15-6-2005. Texto refundido e republicado em JL, 3 de Agosto de 2005, como título “A formação de professores”; e “O Défice de Qualidade da Formação Inicial de Professores”, Revista do SNESup, nº 17, 2005.
  69. “O tédio na poesia decadentista portuguesa no final do século XIX: o caso de António Nobre”, Desenredo: Revista do Programa de Pós-Graduação em Letras da Universidade de Passo Fundo, vol. 1, nº 1, Jan/Jun. de 2005.
  70. “As línguas vivas e a definição do ratio estudantes/docentes ETI”, Revista do SNESup, nº 18, 2005.
  71. “Modernism, Joyce, and Portuguese Literature”, CLCWeb: Comparative Literature and Culture, vol. 8.1, Purdue University Press, 2006 <http://clcwebjournal.lib.purdue.edu/index.html>
  72. “Considerações sobre o cânone e o professor de Português”, Actas do Colóquio Ensino do Português para o Século XXI, Faculdade de Letras de Lisboa, 25 de Março de 2004, org. de Inês Duarte e Paula Morão, Edições Colibri, Lisboa, 2006.
  73. “Alexandre Pinheiro Torres e o Neo-Realismo”, Nova Síntese: Textos e Contextos do Neo-Realismo, nº 1, Campo das Letras, Porto, 2006.
  74. “On Nothing­ness in Sophia de Mello Breyner Andresen’s Poetry”, Revista Camoniana, Série Web, Vol. I, Universidade de São Paulo, 2006 (disponível em: <http://www.camonianatravessias.com.br/Web%20Camoniana_arquivos/page0013.htm>
  75. “Que professores vamos formar?”, Revista do SNESup, nº 23, 2007.
  76. “Waiting for the Magic European Bus: Portugal and Europeanness”, Third Text, Routledge, 21:5, 2007, 527 – 534. [URL: <http://dx.doi.org/10.1080/09528820701599347>
  77. “Descolorações exóticas do Alentejo em Alentejo Blue, de Monica Ali”, Revista de Estudos Anglo-Portugueses, nº 16, 2007.
  78. “O Tempo do Professor-Escrivão”, Educare, <http://www.educare.pt>, Abril de 2008.
  79. “A decadência do Português no ensino secundário, seguida da falência da formação de professores”, Educare, <http://www.educare.pt>, Julho de 2008.
  80. “Comentário”, volume 7, “Literatura Universal”, Enciclopédia do Estudante, Jornal Público/Santillana/Constância, Público, 6-11-2008.
  81. “Ensaio sobre a cegueira na educação”, Educare, <http://www.educare.pt>, 10 de Novembro de 2008.
  82. “O poder da leitura literária (contra as formas de impoder)”, Casa da Leitura, Fundação Calouste Gulbenkian, Lisboa, publicTado online em: <http://195.23.38.178/casadaleitura/portalbeta/bo/portal.pl>, 2009.
  83. “A viagem exótica a Portugal como preconceito literário em I Like It Here, de Kingsley Amis”, Revista de Estudos Anglo-Portugueses, nº 17, 2008.
  84. “O Cipreste da Vida − Lisboa como um entreposto ficcional no romance de John Berger: Here Is Where We Meet (2005)”, in Letras & Ciências, As Duas Culturas de Filipe Furtado – Livro de Homenagem; Organizadores: Carlos Ceia, Miguel Alarcão e Iolanda Ramos, Caleidoscópio, Casal de Cambra, 2009.
  85. “Talent Will Rise: New Territories in Contemporary British Poetry”, Cit., nº 11, 2009.
  86. “Current Trends in Teacher Performance Evaluation in Portugal”, Humanising Language Teaching, Year 12; Issue 7; January 2010 (<http://www.hltmag.co.uk>).
  87. “O Poder do Romance: O Caso de uma Rainha de Inglaterra que se Apaixonou pela Literatura”, Tema, Revista das Faculdades Integradas Teresa Martin, instituição vinculada à UNIESP (Brasil), nº 56, 2010.
  88. “Revisão do Perfil do Professor de Literatura”, Colóquio Internacional de Estudos Literários – Pensar a Literatura no Séc. XXI (30 de Set. e 1 de Out., 2010, Universidade Católica Portuguesa – Braga), Publicações da Faculdade de Filosofia da Universidade Católica, Braga, 2011.
  89. “Profissão: Professor de Literatura”, Entreletras, Araguaína/TO, v. 3, n. 1, p. 195-214, jan./jul. 2012 (ISSN 2179-3948) <http://www.uft.edu.br/pgletras/index.php?pg=6&op=5&show=sim&id=6>
  90. “Direito natural e literatura: dos clássicos a Thomas More, Edmund Spenser e William Shakespeare”, Gaudium Sciendiem, Universidade Católica de Lisboa, nº 2, 2012 (disponível em: <http://www.ucp.pt/site/custom/template/ucptplpopup.asp?sspageid=114&artigoID=9408&lang=1>)
  91. “Advanced Research Projects in the Humanities: New Trends on Literature, Languages, and Linguistics Studies”, Sino-US English Teaching, 10, issue 12 (hard copy: ISSN 1539-8072; online: ISSN 1935-9675), 2013, pp. 903-913.
  92. “Uma reflexão humanista sobre a pedagogia do ensaio literário“, Tema, Revista das Faculdades Integradas Teresa Martin, instituição vinculada à UNIESP (Brasil), nº 61, 2015. ISSN 0103-8338

 

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *