GRUPOS DE INVESTIGAÇÃO














Teses 1985-2007

MAPA DO SITE | CONTACTOS |
OUTRAS LIGAÇÕES














 




 

COMPREENSÃO EXPLICAÇÃO E LINGUAGEM

Investigadores:

Marta Mendonça (coord.)
Adelino Cardoso
Cecília Honório
Hervé Baudry
Nuno Miguel Proença
Francisco Caravana Santos Silva

Mara do Rosário Cruz Correia Branco

Colaboradores:

Ana Rita Lopes
Hugo Fraguito
Madalena Esperança Pina
Mafalda Neves Pedroso
Manuel Silvério Marques
Palmira Fontes da Costa

Paula Oliveira e Silva

Teresa Tato Lima

Bolseiros (BII 2009/2010):

Hugo Fraguito
Simão Lucas Pires


BII 2008/2009:

Diogo Morais Barbosa
João Marreiros
Pedro Gomes

  - OBJECTIVOS

- INVESTIGAÇÃO EM CURSO

- RESULTADOS

- PROJECTO: TEODORO DE ALMEIDA

- PROJECTO: O CONCEITO DE NATUREZA

- ACÇÕES


- DOCUMENTOS
 

 

 

 

   
OBJECTIVOS:

O projecto sobre Compreensão Explicação e Linguagem pretende debruçar-se sobre os eixos - imagens, noções e princípios - que forjaram, primeiro, e informaram, depois, o modelo moderno da inteligibilidade. Visa identificar e explorar as transformações conceptuais que estiveram na base da criação da ciência moderna e da sua divulgação - designadamente em Portugal - e que levaram à progressiva substituição de um modelo de inteligibilidade filosófica por um modelo de inteligibilidade científica. A necessidade de reconstituição e redefinição do quadro conceptual que torna possível essa alteração e as dificuldades e resistências que apresenta deixaram rasto, entre outros, num amplo conjunto de controvérsias, e no próprio estilo adoptado nalguns dos textos fundadores da ciência moderna: o diálogo. Ambos reflectem, de modos diversos e complementares, a impossibilidade de síntese entre o quadro conceptual que definia a inteligibilidade pré-moderna e o que a criação e desenvolvimento da ciência moderna vão progressivamente constituindo. Os processos em causa cristalizaram no confronto entre Antigos e Modernos e alargaram-se muito para além do horizonte de desenvolvimento da ciência moderna.


INVESTIGAÇÃO EM CURSO


Actualmente em curso:
- Conclusão do projecto POCI/FIL/61518/2004 (avaliado e financiado pela FCT): com edição da Recreação Filosófica, de Teodoro de Almeida (10 vols) e da De re Metaphysica, de Verney.

Novas tarefas:
- Desenvolver uma análise similar de outros textos e autores. Os conceitos de causa, natureza e fim, bem como de causalidade e princípios racionais, estão a ser estudados.
- Tradução e estudo de textos de origem e estilo diversificado, onde imagens, noções e princípios são propostos e tratados nas suas ambiguidades, tensões e mudançass.
- O trabalho partiu da selecção e estudo de diversas controvérsias científicas e filosóficas que tiveram lugar na Europa nos séculos XVII e XVIII. Incluem-se neste estudo, correspondência privada e ensaios e comentários publicados em periódicos como o Journal des Savants, Acta Eruditorum e Philosophical Transactions.
Colaboração com instituições nacionais e internacionais:
.1 - Colaboração em torno do projecto internacional “Leibniz en Español” (cf. (www.leibniz.es), visando traduzir os trabalhos filosóficos de Leibniz (18 volumes).
.2 - Colaboração com o projecto do Centro de Filosofia da Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa que consiste na tradução das Disputationes Metaphysicae de Francisco Suarez. A colaboração inclui tradução e estudo sobre as discussões sobre causalidade.
.3 - Estes projectos estão apoiados em dois protocolos. O primeiro, "Projecto Suarez", foi firmado com o CFUL (Centro de Filosofia da Universidade de Lisboa) e a Universidade Federal Fluminense (UFF) do Rio de Janeiro. O segundo, sobre "controvérsias", foi assinado com o CFUL.



RESULTADOS

A.Primeiros resultados respeitantes ao Projecto POCI/FIL/61518/2004:
.1 Recreação Filosófica:
a) Estabelecimento do texto definitivo;
b) Localização de edições e identificação da edição a ser publicada;
c) transcrição dos 10 volumes em formato digital;
d) modernização ortográfica;
.2 De re metaphysica:
a) Transcrção da 2ª edição;
b) Identificação das diferenças entre as duas primeiras edições;

B. Estudo de controvérsias:
Análise da controvérsia Foucher-Leibniz sobre o novo sistema da natureza, bem como das que respeitam a noção de explicação natural e de modelos de causalidade, operando na natureza, envolvendo Leibniz, Foucher, Malebranche e os escolásticos.

Conferências:
“Homens, brutos e máquinas: Teodoro de Almeida e o pensamento europeu”. 2º Congresso Luso-Brasileiro de História da Ciência e da Técnica, R. de Janeiro, 8-10 X 2003.
"Teodoro de Almeida e a divulgação da Filosofia Moderna – uma análise da Recreação Filosófica". V Congresso Luso-Brasileiro de História da Educação "Igreja, Estado, Sociedade Civil. Instâncias Promotoras de Ensino", U. de Évora, 5-8 IV 2004.
"Razões que inclinam sem necessitar". Conferência "Envolvimento do Infinito no Finito", Centro de Filosofia, F. Letras, U. de Lisboa, 22 VI 2004.
“Leibniz’s conception of ‘natural explanation’”, The 20th International Workshop on the History and Philosophy of Science “Leibniz: What Kind of Rationalist?”, Universidade de Tel Aviv e Van Leer Institut of Jerusalem, Israel, 30 V-2 VI 2005.
“Ley natural y explicación natural en el Système Nouveau de la Nature… de Leibniz”, XLIV Philosophical Meetings: Natural Law, Univ. de Navarra, 27-29 III 2006.
“Rien ne se peut faire qui ne soit dans l’ordre. Ordre général et ordres particuliers ou comment penser la contingence dans le cadre du déterminisme”, VIII. Internationaler Leibniz-Kongress: Einheit in der Vielheit. Hannover, 24-29 VII 2006.
“Teodoro de Almeida y la divulgación de da Filosofía Moderna: el proyecto de la Recreación Filosófica”, XV Seminario de Historia de la Filosofía Española e Iberoamericana, Salamanca, 12-15 IX 2006.
“Ordem, leis e excepções. Determinismo e singularidade na Física de Leibniz”, Conferência “O Estatuto do Singular”, RICI, UNL. Lisboa, FCG, 25-26 V 2006.

Publicações:

Marta Mendonça, “A justiça em Leibniz, entre a Lógica e o Poder”, Cultura. Revista de História e Teoria das Ideias, IIª. Série, nº. XVI-XVII, 2003, pp. 499-511.
_____, “Ockham, A Lógica dos Termos”, Mediaevalia, Vol. 21, 2004, pp. 170-175.
_____, “Sentidos da Necessidade em Leibniz”, Dois Pontos (Curitiba, Brasil), Vol. 2, nº 1, 2005, pp. 53-82.
_____, “Locke e a Lei Natural. Uma análise dos Essays on the Law of Nature”, Cultura. Revista de História e Teoria das Ideias, IIª. Série, nº. XX, 2005, pp. 111-122.
_____, “Brotéria e a difusão da ciência em Portugal: ideário e conteúdos”, in Hermínio Rico, José Eduardo Franco (coord.), Fé, Ciência, Cultura: Brotéria – 100 Anos, Gradiva, Lisboa, 2003, pp. 255-276.
_____, "Filosofia Portuguesa e Filosofia Moderna: a perspectiva de Álvaro Ribeiro”, in O pensamento e a obra de José Marinho e Álvaro Ribeiro. Actas do Colóquio realizado pelo Centro Regional do Porto da Universidade Católica Portuguesa, Vol. II, Universidade Católica Portuguesa – Centro Regional do Porto, Imprensa Nacional – Casa da Moeda, Lisboa, 2005, pp. 115-127.
_____, “Sobre o mal: a leitura ricoeuriana de Leibniz”, in Fernanda Henriques (coord.), A Filosofia de Paul Ricoeur: Temas e Percursos, Ariadne Editora, Coimbra, 2006, pp. 317-326.
_____, “Natureza Humana e Bioética. A propósito de Francis Fukuyama”, Communio, XXIII, nº 3, 2006, pp. 295-304.
_____, “Razões que inclinam sem necessitar – determinismo e liberdade nos Novos Ensaios”, in Cardoso, Adelino (org.), O envolvimento do infinito no finito, Centro de Filosofia da Universidade de Lisboa, Lisboa, 2006, pp. 63-82.
_____, “Necessidade natural e liberdade na Crítica da Razão Pura”, in Leonel Ribeiro dos Santos (coord.), Kant: Posteridade e Actualidade, Centro de Filosofia da Universidade de Lisboa, Lisboa, 2006, pp. 183-191.


Mestrado orientado:

Marta Mendonça (orientadora)
Mafalda Sofia das Neves Pedroso, O pensamento científico de Monteiro da Rocha (1734-1819). Mestrado em História Cultural e Política, FCSH, 17 Maio 2005.

ACÇÕES

Organização do seminário, no âmbito do Mestrado em História Cultural e Política: Ana Isabel Simões (Faculdade de Ciências, Universidade de Lisboa): "Ideias científicas e Poder em Portugal no séc. XVIII" (Março, 2003).

DOCUMENTOS 

Guido Giglioni, "What Ever Happened to Francis Glisson? Albrecht Haller and the Fate of Eighteenth-Century Irritability", Science in Context, 21(4), 465–493 (2008).

Adelino Cardoso, "O lugar da Medicina na Revolução Científica", Revista Portuguesa de Filosofia, vol.66, fasc. 1, (25-40) (2010).

Palmira Fontes da Costa, "Livros sobre monstros e prodígios" in Arte médica e imagem do corpo: de Hipócrates ao final 78 do século XVIII, Lisboa, Biblioteca Nacional de Portugal, 63-78 (2010)

Manuel Valente Alves, "A medicina e a arte de representar o corpo e o mundo através da anatomia", in Arte médica e imagem do corpo: de Hipócrates ao final 78 do século XVIII, Lisboa, Biblioteca Nacional de Portugal, 31-50 (2010).

Anne-Lise Rey," Action, Perception, Organisation" in J.E.H. Smith, O. Nachtomy (eds.), Machines of Nature and Corporeal Substances 157 in Leibniz, Springer Science+Business Media B.V. 157-173 (2011).

Nuno Proença, Merleau-Ponty lecteur de Freud : à propos du corps sexué. in Corps et Signes, actas do III Colóquio Internacional de Filosofia das Ciências Humanas, editado por J.Y.Mercury e N. Nabais, CFCUL , col. Documenta 5, Lisboa, 2009, pp.157-165.


Nuno Proença, "La formation des objets de connaissance en psychanalyse se fait-elle selon une logique de l’acceptation et du refus?" in Qu’est-ce que l’objectivation en psychanalyse ? Sept lectures de Freud, L’Harmattan, Paris, 2008, pp.141-166.


Nuno Proença, "Afinal o que significa o inconsciente? Michel Henry leitor de Freud" in Oficina de Filosofia das Ciências Sociais e Humanas, Nuno Miguel Proença e Marta Filipe Alexandre (Eds.)Lisboa: Setembro de 2009, pp. 157-165.

Nuno Proença, "Aesthetics and emotions according to William James" in Art, Emotion and Value. 5th Mediterranean Congress of Aesthetics, 2011, pp.271-189.

 

TOPO INÍCIO