foradelinha    Trabalhos variados Reportagens 07  
     Revista das cadeiras do atelier de jornalismo e cyberjornalismo da FCSH-UNL  EMAIL    
    secções  |  login  |   pesquisa  |  atelier jornalismo <  
 
     
      Optimus Alive e Everything is New na linha-da-frente
Portugal Festival Awards


 
  Foi na passada sexta-feira, 25 de Outubro, que a Aula Magna recebeu a primeira edição do Portugal Festival Awards, evento que tinha como objectivo galardoar os festivais de música em Portugal, durante o ano de 2013. Álvaro Covões, principal cara da promotora Everything Is New, foi o centro das atenções da noite, ao arrecadar seis troféus. DJ Ride foi outro dos destaques da cerimónia.

Maria Botelho Moniz e Diogo Valsassina, habituais apresentadores do programa Curto Circuito na SIC Radical, conduziram, durante aproximadamente duas horas e meia, a cerimónia, sempre acompanhados pela West European Symphony Orchestra. Além das categorias relacionadas com os festivais de música, o Portugal Festival Awards distinguiu também o Artista Revelação do ano 2013, título ao qual concorriam os nomeados Samuel Úria, Noiserv, Anarchicks, Memória de Peixe e DJ Ride. Dividida em duas partes, a noite foi sendo animada com as actuações destes artistas nacionais.

Com o avançar do tempo e as sucessivas revelações, tornou-se perceptível que a equipa do Optimus Alive, festival organizado pela Everything Is New, teria cada vez mais motivos para sorrir. A parceria entre festival e promotora revelou-se um verdadeiro sucesso, tendo conquistado as categorias de Melhor Festival Urbano, Melhor Cartaz, Melhores WC"s, Promotora do Ano, Melhor Contributo para o Turismo e Melhor Festival de Grande Dimensão, talvez a categoria mais prestigiante. Por esse motivo, Álvaro Covões andou num vaivém constante, entre plateia e palco.



Nas suas inúmeras intervenções, Álvaro realçou a importância da indústria da música no contexto económico-social que o país atravessa. Confessou-se satisfeito pela forma como este meio artístico, em particular, tem crescido no decurso das últimas décadas e agradeceu pelo voto de confiança dado pelo público, que garante ser a força motriz dos festivais.

O júri, composto, entre outros, por Zé Pedro (Xutos & Pontapés), Rita Carmo (BLITZ), Pedro Boucherie Mendes (SIC), Nuno Jel (Homens da Luta) e Nuno Calado (Antena 3), deliberou nas categorias de Promotora do Ano, Melhor Cartaz, Melhor Activação de Marca, Festival Mais Sustentável, Contribuição para o Turismo e Contribuição para a Inovação em Produção, ao passo que o público teve o veredicto nas restantes, mediante votação on-line.

Na segunda parte da cerimónia, o destaque foi para DJ Ride e para o Festival Milhões de Festa. Logo após a sua actuação em palco, o premiado rei do scratch português regressou ao palco para receber o "galo" (formato do troféu) para o Artista Revelação do ano. Já o Milhões de Festa, festival que ocorre em Barcelos, foi condecorado com o título de Melhor Festival de Pequena Dimensão.



     
artigos relacionados:

     
Rui Ramalho
ohlamariur@gmail.com