foradelinha    Trabalhos variados Reportagens 07  
     Revista das cadeiras do atelier de jornalismo e cyberjornalismo da FCSH-UNL  EMAIL    
    secções  |  login  |   pesquisa  |  atelier jornalismo <  
 
     
      Novo romance de José Rodrigues dos Santos dá vida a uma viagem marcada para 2014


 

Viagem literária "O Homem de Constatinopla"
  O autor José Rodrigues dos Santos voltou a surpreender os seus leitores e pré-estabeleceu o percurso de mais uma viagem literária, desta vez inspirada na sua mais recente obra “O Homem de Constatinopla”. O objectivo é reconstruir, em tempo real, o roteiro da personagem central do livro, Kaloust Sarkisian, visitando os locais que mais marcaram a sua vida. O evento teve lugar na Fnac Chiado, na passada Sexta-feira.

O início da trajectória está marcado para 7 de Junho de 2014. Com partida e chegada a Lisboa, soube-se que, ao longo destes dezasseis dias, serão visitados países como a Geórgia, o Azerbeijão e a Arménia. Reservou-se o dia 22 do mesmo mês para regressar à capital, onde Calouste Gulbenkian, que inspira e dá vida a Kaloust Sarkisian, aliás, morreu. Os lugares que este mecenas frequentava fazem parte das “paragens obrigatórias”, ao que José Rodrigues dos Santos acrescentou que “esta viagem poderá abrir novas situações, não só em termos de turismo, mas também em termos culturais”.

Esta será a terceira vez que o escritor, a convite da Touch Travel, proporciona uma viagem cultural e temática dirigida a todos os leitores interessados. Depois do êxito de anteriores jornadas baseadas nos seus romances “A Filha do Capitão” e “Anjo Branco”, o autor voltará a ser o guia de serviço ao longo do trajecto calculado. A história, baseada em matéria biográfica já publicada sobre Calouste Gulbenkian, uma figura incontornável na nossa cultura, encontra-se dividida em dois volumes e este projecto segue, sobretudo, o itinerário descrito ao longo do primeiro. O segundo livro, “Milionário em Lisboa”, estará disponível a partir de 23 de Novembro do ano corrente.

Além do preço, as condições saber-se-ão brevemente, apesar de não estarem previstas alterações no programa já pré-estabelecido. Tratando-se de uma actividade puramente cultural, esta é a primeira vez que em Portugal se anuncia uma viagem no momento em que a obra correspondente é lançada. Também Virginia Woolf, que escreveu o livro “As Horas”, surgiu enquanto colaboradora desta iniciativa.

     
artigos relacionados:

     
Inês Pina da Silva
inesspina@hotmail.com