foradelinha    Trabalhos variados Reportagens 07  
     Revista das cadeiras do atelier de jornalismo e cyberjornalismo da FCSH-UNL  EMAIL    
    secções  |  login  |   pesquisa  |  atelier jornalismo <  
 
     
      “O consumo feliz”: Exposição de Arte Publicitária no Museu Coleção Berardo


 

Exemplos de cartazes presentes na exposição
  “O Consumo Feliz | Publicidade e Sociedade no século XX”, exposição de arte publicitária, no Museu Coleção Berardo, apresenta um conjunto de originais de publicidade pintados á mão que suportaram campanhas publicitárias que marcaram o século XX. São 350 ilustrações centradas em questões como a moda, o cinema, alimentação, música, o período controverso das duas guerras mundiais, produzidas pela empresa de publicidade britânica James Haworth & Company.

Única no mundo inteiro, a exposição de arte publicitária constitui uma mega coleção que possibilita uma viagem pela linguagem da publicidade, assim como pela história da sociedade e da cultura do mundo ocidental do início do Século XX até às décadas de 1960/1970. Temas que para Rui Afonso Santos, curador desta exposição, testemunham que ” É a memória coletiva portuguesa que está aqui representada”.

São possíveis de ver, igualmente, obras que fazem parte das melhores histórias universais do design gráfico. Com matrizes que acompanharam a evolução gráfica, em estilos como a Arte Nova, Arte Déco, Modernismo Bauhaus, Realismo e Pop Art.

Muitos destes cartazes foram criados por mulheres e mostram uma sociedade em mudança. Os conceitos de férias, lazer e o de automóvel deixam de ser exclusivos das classes altas, onde as mulheres participam nesta transformação. Daí os cartazes destacarem o papel quer da mulher de luxo sofisticada de 1900 que já guiava automóvel, a mulher que sofre na guerra civil de Espanha, a mulher como dona de casa, mas sobretudo uma mulher que consome e que é cidadã.

As novas técnicas de publicidade, associadas á expansão da fotografia e às novas técnicas de impressão levaram a James Haworth & Company a fechar portas em 1980, cujo acervo foi adquirido pela coleção Berardo e se encontra hoje exposto como um marco destas grandes obras de arte que tem sido apreciadas pelas dezenas de pessoas que visitam diariamente a exposição.

Depois da exposição nos Estados unidos e da inauguração em Maio deste ano em Portugal, a coleção do Museu Berardo pode continuar a ser visitada de forma gratuita até ao dia 5 de Janeiro de 2014.

     
artigos relacionados:

     
Andreia Santos
andreia.sempre.santos@hotmail.com