jt007.gif (2864 bytes)  

 

www.journalisme.fr.fm

 

Apresentação

Este site da net propõe-se a ser a primeira universidade virtual do jornalismo e da comunicação. Coloca-nos ao alcance de uma rádio universitária, "radio campus", possibilita-nos a consulta de um manual de jornalismo ("Le Manuel Hypersupratextuel"), e de fazer link’s com aqueles que eles consideram os melhores sites da net. Ensina-nos técnicas de “Web design” e possibilita a leitura de artigos sobre jornalismo, ciberjornalismo, media em geral e ainda sobre alguns assuntos prementes na sociedade, entre os quais se destaca um link com a história da Lady Di. Inclui ainda uma série de artigos científicos, a história da Internet, entre muitas outras coisas.

É uma página extremamente atraente pelas cores e pela animação que contém, o que chama bastante a atenção do utilizador.

Interactividade

A interactividade deste site é muito boa. Uma vez "lá dentro" torna-se difícil regressar... tem uma série de caminhos a seguir que incitam à curiosidade e ao desejo de ver ainda mais coisas. O utilizador pode enviar mails, aliás deve, os quais segundo testemunhos de utilizadores são prontamente respondidos. E porque este site pretende ser um curso de jornalismo virtual, o utilizador troca numerosas mensagens com o seu professor, "Doctor No", que pretende tornar os seus alunos verdadeiros agentes 007 do jornalismo!!! O projecto JT007 convida-nos a publicar artigos no seu site, a dirigir uma rubrica, ou apenas a fazer parte do "ambiente local".

Prós

- Ser um "curso" de jornalismo virtual.;

- A informação que fornece é de grande utilidade para quem utiliza o site. (O que é uma informação, a nitidez, a escrita criativa, ler bem e depressa, como resumir uma informação, agenda manual, palavras utilizadas pelos jornalistas, caixa de ferramentas, compêndio de linguistica );

- É uma ideia de um site exemplar a ser seguida pelos cibernautas portugueses;

Contras

- Está optimizado para 1024 x 768 pixels;

- Apesar da tentativa de ser um curso de jornalismo virtual, nas informações que fornece há ainda muitas coisas importantes que faltam, nomeadamente ao nível da teoria;

- Os textos que fornece para consulta estão muito reduzidos aos estudos franceses, quando são os americanos os que estão mais avançados na área dos novos media, das comunicações.