Cib erjornalismo                              1999/2000
UNova

Página Inicial Programa Tarefas Links Úteis Bibliografia Aula 16

Aula1
Aula2
Aula3
Aula4
Aula5
Aula6
Aula7
Aula8
Aula9
Aula10
Aula11
Aula12
Aula13
Aula14
Aula15A
Aula16V.GIF (1825 bytes)
Aula17
Aula18
Aula19
Aula20
Aula21
Aula22
Aula23
Aula24
Aula25

Trabalhos
Trabalhos
dos alunos

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

pin_azul.gif (941 bytes) Sumário

O desenvolvimento de um "site". A preparação de páginas Web. LEITURAS.

pin_azul.gif (941 bytes) O desenvolvimento de um "site"

De acordo com Patrick Lynch e Sarah Horton, no seu livro Web Style Guide - cuja versão "online" pode ser encontrada aqui - o processo de desenvolvimento de um "site" na Web passa por seis fases principais que convém especificar:

  1. Definição do "site" e planeamento
  2. Arquitectura da informação
  3. Desenho do "site"
  4. Construção do "site"
  5. Marketing do "site"
  6. Seguimento, avaliação e actualização

Definição do "site" e planeamento

Na definição de um "site" e no seu planeamento devemos colocar questões básicas como: quais serão os objectivos do sítio? quem será a audiência? como será produzido? quem o actualizará? Depois, temos de nos preocupar com a tecnologia por trás do "site": onde será colocado? que acessos terá? com que tecnologia será construído? Finalmente, no caso de grandes "sites", é preciso pensar em questões ainda mais sérias, como salários, pessoal ou suporte técnico.

Arquitectura da Informação

Passando uma primeira fase de planeamento - cuja profundidade depende do próprio "site" - convém ter uma ideia muito clara sobre o que vamos construir. Mapas detalhados vão-nos permitir definir como estará a informação organizada ou que tipo de navegação vai ser possível dentro do nosso "site". A calendarização é também normalmente definida nesta fase.

Desenho do site

O desenho de um "site" pode demorar muito tempo a ser realizado. É através dele e dos textos que lá colocamos que atraímos os nossos leitores. Que cores terá? Que formas? Que tipos de letra? Que ilustrações? Que fotografias? Que "backgrounds"? Que barras de navegação? Que outros componentes incluirá?

Construção do "site"

A construção de um "site" só termina quando o material está colocado "online". Antes disso, tudo tem de ser verificado: da programação à operacionalidade dos "links", das imagens à ortografia de todos os textos, da funcionalidade de navegação à velocidade de carregamento das páginas.

Marketing do "site"

Para os "sites" mais importantes, o marketing é fundamental. É por isso que existem "sites" na Web especializados nesse tipo de serviços. É também por isso que muitos "sites" estão cheios de "dicas" sobre como submeter o nosso "site" aos mais diversos motores de pesquisa, havendo até empresas especializadas nesse serviço.

Seguimento, avaliação e manutenção

É claro que um "site" na Web não é o mesmo que um noticiário de televisão ou rádio, nem sequer o mesmo que um jornal, no que diz respeito a actualização e manutenção. Estando "on-line", o "site" está constantemente a ser avaliado e visitado por cibernautas. E é claro que, sendo por exemplo um "site" noticioso, não teremos qualquer interesse que os nossos leitores percebam que nunca actualizamos as nossas páginas ou que os nossos "links" não funcionam...

pin_azul.gif (941 bytes) A preparação de páginas Web

Há milhares e milhares de páginas na Internet que se dedicam quase exclusivamente ao desenho de páginas Web. Há também muitas centenas de livros com os mesmos objectivos. Por esse motivo, seria uma imprudência tentar, neste breve capítulo do nosso programa, explicar com pormenor mesmo os principais problemas que se colocam neste campo. No entanto, algumas questões fundamentais terão de ser abordadas, cabendo aos alunos investigar mais além das simples noções aqui afloradas.

Jakob Nielsen, um dos mais conceituados especialistas em Web design, fala constantemente em "usability" como o principal factor que deve preocupar os que desenham páginas para a Internet. Essa "usability" vai desde o tamanho da página (34k), ao tipo de letra que se usa (o mais contrastante possível com o fundo), passando pelo tempo máximo que os cibernautas estão dispostos a esperar pelo carregamento de uma página (10 segundos).

Antes da próxima aula, os alunos devem viajar durante algum tempo pelo "site" de Jakob Nielsen - useit.com - e pelo "site" Web Monkey.

 

pin_azul.gif (941 bytes) LEITURAS

 

 

© Copyright, António Granado, 2000                                                                                                                                            setatopo.gif (818 bytes)
Última actualização: 30 Mai 2000